EX-PRESIDENTE SOCIALISTA LULA VISITA CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS EM GENEBRA - LIBERTAR.in - Ministério CASA DE YISRAEL - Igreja da Rua

News

8 de mar. de 2020

EX-PRESIDENTE SOCIALISTA LULA VISITA CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS EM GENEBRA

Em visita ao Conselho Mundial de Igrejas (CMI), o ex-presidente socialista Luiz Inácio “Lula” da Silva foi recebido pelo secretário-geral do CMI Rev. Dr. Olav Fykse Tveit e Rev. Martin Junge, secretário-geral da Federação Mundial Luterana. Tveit deu as boas-vindas a Lula no Centro Ecumênico de Genebra, na Suíça, em 6 de março de 2020.


Lula e Rev. Olav Fykse Tveit, secretário-geral do Conselho Mundial de Igrejas
Em Genebra, Lula também se encontrou com representantes da Comunhão Mundial de Igrejas Reformadas, composta por igrejas presbiterianas.

Lula está intimamente ligado aos grupos ecumênicos no Brasil. Discursando na 9ª Assembléia do Conselho Mundial de Igrejas em 2006 em Porto Alegre, ele expressou gratidão especial pelas boas-vindas do CMI a Paulo Freire, um “educador” brasileiro conhecido por um método educacional socialista. O que poucas pessoas sabem é que Freire plagiou o método baseado na Bíblia do missionário evangélico dos EUA Frank Charles Laubach (1884–1970).

Sendo considerado um “refugiado” político pelo CMI depois de seu exílio do regime militar no Brasil, Freire juntou-se à equipe do CMI em Genebra como consultor.

Genebra é a cidade de João Calvino, o fundador do calvinismo. É praticamente a capital espiritual do calvinismo. É também uma das capitais do protestantismo tradicional. Hoje, é uma capital do protestantismo ecumênico e socialista.

Lula sabe que não pode derrotar cristãos neopentecostais e pentecostais, que por sua forte oposição ao aborto e à homossexualidade estão apoiando o presidente direitista Jair Bolsonaro. Pentecostais e neopentecostais são a maioria dos evangélicos no Brasil.

Lula tem um histórico de apoio à sodomia. Sob seu governo, o Brasil foi a primeira nação do mundo a introduzir na ONU uma resolução tratando a homossexualidade como um direito humano inalienável em 2004, enquanto eu fazia campanha contra essa resolução. Portanto, nenhum cristão real poderia apoiá-lo, embora os cristãos sejam livres para orar por ele e pregar o Evangelho a ele.

Lula foi condenado por vários crimes. Seu lugar é na cadeia, não livre para enganar.

Embora o principal apoio cristão a Lula venha do catolicismo, o apoio protestante a Lula vem principalmente das igrejas protestantes tradicionais, que são uma minoria no Brasil. Essas igrejas são majoritariamente ecumênicas e socialistas.

O quadro brasileiro em que a maioria das igrejas protestantes tradicionais apoia Lula e as igrejas mais neopentecostais e pentecostais apoiam Bolsonaro é explicado por uma nova pesquisa de LifeWay Research, que mostrou que os cristãos pentecostais são muito mais conservadores do que os cristãos protestantes tradicionais.

Walter Altmann, autoridade do CMI, reclamou do meu esforço para expor seu ativismo socialista.

Ele, um teólogo protestante tradicional. Eu, um evangélico carismático! Portanto, os resultados da pesquisa da LifeWay Research estão absolutamente certos.

As denominações ecumênicas brasileiras filiadas ao CMI são:

* Igreja Episcopal Anglicana do Brasil
* Igreja Evangélica da Confissão Luterana no Brasil
* Igreja Presbiteriana Independente do Brasil
* Igreja Metodista no Brasil
* Igreja Presbiteriana Unida do Brasil

O CONIC também é filiado ao CMI.

Somente o CMI e o Papa Francisco, com quem Lula se encontrou em sua viagem internacional, podem “salvar” Lula politicamente, porque os cristãos carismáticos continuarão orando por ele — e expondo suas ações perversas, e as ações perversas de seus apoiadores, inclusive o CMI.
Com informações do CMI.

Versão em inglês deste artigo: Former Brazilian Socialist President Lula Visits World Council of Churches in Geneva Fonte: www.juliosevero.com

Nenhum comentário:

Últimos mais vistos

Mais vistos em 10 anos de site