VIOLÊNCIA PALESTINA NO MONTE DO TEMPLO EM JERUSALÉM - LIBERTAR.in - Ministério CASA DE YISRAEL - Igreja da Rua

News

18 de jan. de 2020

VIOLÊNCIA PALESTINA NO MONTE DO TEMPLO EM JERUSALÉM


Centenas de baderneiros muçulmanos violaram a ordem no Monte do Templo nesta manhã de sexta-feira, fazendo chamadas pró-palestinos, incitando a revolta. As forças policiais de Israel entraram em cena e dispersaram os manifestantes.

A polícia disse que no final das rezas nesta manhã no Monte do Templo – com a participação de cerca de 8.000 muçulmanos, centenas deles saíram em protestos e violaram a ordem pública. O comandante do da região estava ao lado do e ordenou que fossem dispersos, e as forças policiais entraram na área e os dispersaram.

“A polícia israelense não permitirá violações da ordem pública na área do Monte do Templo e interferirá afim evitar tumultos ou aclamações de cunho nacionalista e pró palestino”, disse um porta-voz da polícia de Israel.

A oração em massa na mesquita de Al-Aqsa foi conduzida como parte de uma leitura (separada) do Hamas e do Fatah para transformar a oração da manhã de hoje em uma oração de protesto contra o de Israel e os “planos” de tornar Jerusalém Oriental uma cidade judaica, é o que disseram os islamistas. As rezas em massa também ocorreram na Faixa de Gaza. Também houve esse chamado na Judéia e Samaria, mas não obteve muita resposta. Felizmente, as rezas matinais já acabaram.

Nos últimos meses, a paz foi mantida na área do Monte do Templo. O último grande confronto foi na Festa Muçulmana do Sacrifício, que coincidiu com Tisha B’Av, o Dia da Queda do Templo, em agosto passado. Os muçulmanos então, entraram em conflito com a polícia depois desta aprovar a entrada de judeus. Os muçulmanos foram dispersos com granadas de choque após o lançamento de cadeiras e o lançamento de pedras contra os judeus e os policiais. Durante esses incidentes, quatro policiais ficaram levemente feridos. Quinze muçulmanos feridos foram evacuados para hospitais. Após os confrontos, a área do Monte do Templo foi fechada para entrada dos judeus por alguns dias.


Via https://cafetorah.com/violencia-palestina-no-monte-do-templo-em-jerusalem/

Nenhum comentário:

Últimos mais vistos

Mais vistos em 10 anos de site