41 MORTES E 1.287 PESSOAS INFECTADAS COM O CORONAVÍRUS NA CHINA (SEGUNDO A MÍDIA); XI JINPING DEMONSTRA PREOCUPAÇÃO: "SITUAÇÃO GRAVE" - LIBERTAR.in - Ministério CASA DE YISRAEL - Igreja da Rua

News

25 de jan. de 2020

41 MORTES E 1.287 PESSOAS INFECTADAS COM O CORONAVÍRUS NA CHINA (SEGUNDO A MÍDIA); XI JINPING DEMONSTRA PREOCUPAÇÃO: "SITUAÇÃO GRAVE"



As mortes causadas pelo novo coronavírus originário de Wuhan (China) agora somam 41, das quais 39 viviam na província de Hubei, relata o The Global Times, citando as autoridades. Enquanto isso, o número de infectados já chega a 1.287.

O vírus é transmitido de humano para humano através do trato respiratório e em caso de contatos próximos. A doença já atravessou as fronteiras da China, detectando alguns casos em outros países como Japão, Tailândia, Coréia do Sul, EUA, Cingapura ou Vietnã, todos em pessoas do território chinês. O vírus também chegou à Europa, com três casos de infecção na França.

Para evitar uma maior disseminação, as autoridades fecharam 13 cidades chinesas, incluindo Wuhan, com mais de 11 milhões de habitantes, onde a infecção perigosa se originou em dezembro, ligada a um mercado local de frutos do mar; Huanggang (mais de 6 milhões), Chibi (cerca de meio milhão de habitantes) e Xianning (2,5 milhões de habitantes).

Fonte: RT.


A epidemia de pneumonia viral que matou 41 pessoas “está se acelerando” e coloca a China em uma “situação grave”, reconheceu neste sábado o presidente Xi Jinping, pedindo o fortalecimento da autoridade do regime comunista.

O novo coronavírus, que apareceu em dezembro no centro do país, contaminou 1.300 pessoas na China, das quais pelo menos 41 morreram, e se espalhou para vários países, incluindo Austrália, França, Estados Unidos e vários países asiáticos.

A China pode “vencer a batalha” contra o novo coronavírus, disse o chefe de Estado chinês em uma reunião do comitê permanente do Bureau Político do Partido Comunista, a instância de sete membros que administra o país, segundo a agência de notícias oficial Xinhua.

“Dada a grave situação de uma epidemia que se acelera, é necessário fortalecer a liderança centralizada e unificada do Comitê Central do Partido”, afirmou.

Na segunda-feira passada, em suas primeiras declarações, ele pediu medidas para “parar” a epidemia. Na quinta-feira a cidade de Wuhan, epicentro da epidemia, e sua região foram colocadas em quarentena.

Desde então, 56 milhões de chineses foram isolados em áreas das quais não podem sair até novo aviso.

Fonte: AFP.




Via https://www.ultimosacontecimentos.com.br/2020/01/25/41-mortes-e-1-287-pessoas-infectadas-com-o-coronavirus-na-china/

Nenhum comentário:

Últimos mais vistos

Mais vistos em 10 anos de site