RUMORES DE GUERRA: AVIÕES MILITARES COM TROPAS ATERRISSAM NA VENEZUELA - LIBERTAR.in - Ministério CASA DE YISRAEL

News

25 de mar de 2019

RUMORES DE GUERRA: AVIÕES MILITARES COM TROPAS ATERRISSAM NA VENEZUELA

Aviões da Rússia aterrissam com militares na Venezuela

A partir do Secretariado do Conselho de Defesa da nação, o Major-General Pascualino Anguiolillo Fernández promoveu a instalação de bases militares russas na Guiana. Esta medida foi aprovada por Nicolás Maduro em flagrante violação da Constituição Nacional, diz uma denúncia feita por fontes militares em desacordo com a decisão

A informação é acompanhada por um relatório que assegura que no sábado (23) chegou ao aeroporto internacional de Simón Bolívar, Maiquetía, dois voos de avião da Força Aérea Russa, um dos quais realizou o trajeto (rota de viagem) Rússia - Síria, com 100 soldados russos, 30 toneladas de material 40 zpenatz e 60 pessoas que fazem parte do pessoal de apoio, médico, logístico e especialistas em comunicações. Todos os funcionários passarão a noite na sede da Embaixada da Rússia em Caracas, localizada na Avenida de Las Lomas, em Caracas, 1080, Miranda, Venezuela.

A informação sobre a chegada dos voos a Maiquetía coincide com a publicação feita pelo jornalista Javier Ignacio Mayorca, que indicou em sua conta no Twitter @javiermayorca no sábado, 23 de março, que "uma delegação de 99 oficiais militares russos, ao comando do Ministro da Defesa do país, Major-General Vasilly Tonkoshkurov. Eles foram recebidos em uma rampa presidencial por VA Marianny Mata, diretor de Assuntos Internacionais e Integração.”

Mayorca destacou ainda que "imediatamente após (14h) um cargueiro russo chegou ao mesmo terminal com 35 toneladas de materiais, pertencente ao contingente que havia acabado de desembarcar. Funcionários da embaixada da Rússia e GB Edgar Colina Reyes também estavam na comitiva da recepção."

Por sua vez, o jornalista Federico Black @FedericoBlackB informou por meio de um Tweet que os aviões que aterrissaram no aeroporto venezuelano eram "um Ilyushin Il-62M e um Antomov 124."





Nenhum comentário:

Últimos mais vistos

Mais vistos em 10 anos de site