Últimas

ADOLESCENTES PLANEJAM MATAR COLEGAS E BEBER SEU SANGUE EM NOME DE SATANÁS

Image: Yes, things are getting DEMONIC: Middle school girls planned to kill classmates, drink their blood in the name of Satan

Duas meninas do ensino fundamental do centro da Florida estão sob custódia da polícia após a dupla admitir ter conspirado o horrível assassinato de seus colegas como um ato de homenagem e culto ao seu deus, Satanás.

As garotas, uma no sexto ano e a outra no sétimo, compareceram à escola Bartow Middle School, perto de Tampa, e fizeram um pacto para se esconder em um dos banheiros da escola durante a aula e esperar para eliminar os alunos mais jovens e mais fracos, conforme eles entravam no local.


"Eles notaram que elas queriam matar pelo menos 15 pessoas e estavam esperando no banheiro para encontrar crianças menores que poderiam dominar para serem suas vítimas", afirmou Joe Hall, chefe da polícia de Bartow, à ABCActionNews.com .

"Acredito que essas duas crianças pequenas - vou chamá-las de crianças pequenas, elas têm apenas 11 e 12 anos - sentaram-se e conspiraram para ferir fisicamente outro aluno da escola", acrescentou.

De acordo com relatos da mídia, as duas meninas foram encontradas no banheiro segurando uma taça que um administrador escolar suspeitava estar sendo usado para beber álcool. Mas depois que as meninas foram levadas para interrogatório, elas revelaram abertamente que o plano era sugar o sangue dos corpos dos colegas e bebê-lo na taça.

As meninas também tinham um arsenal de armas, incluindo facas, um afiador de facas, uma tesoura e um cortador de pizza. Mensagens mais tarde interceptadas entre as duas revelaram que seu plano era abater os alunos usando essas ferramentas, beber seu sangue e comer sua carne, e deixar várias partes do corpo espalhadas pela entrada da escola antes de se suicidarem.

Como as crianças de 11 e 12 anos estão chegando à conclusão de que querem adorar a Satanás?

Um depoimento prestado explicou que o assassinato planejado de todos esses estudantes pelas duas garotas era a maneira delas de se tornarem "piores pecadoras, assegurando que depois de cometerem suicídio ... (elas) iriam para o inferno para que pudessem estar com Satanás".

Nenhum dos pais das meninas diz que sabia alguma coisa sobre o aparente caso de amor das filhas com o príncipe das trevas, nem há qualquer indicação do porquê essas garotas, que nem chegaram à puberdade, chegaram à conclusão de que queriam adorar a Satanás como seu senhor e deus.

Embora seja uma ótima notícia que as garotas foram flagradas antes que pudessem realizar seus planos malignos, o fato de que crianças tão jovens que ainda deveriam ter pelo menos alguma aparência de inocência estão adotando o satanismo, o assassinato e o canibalismo tem implicações profundamente perturbadoras para a sociedade americana.

Também ilustra mais uma vez que o assassinato em massa ainda é possível sem armas e armas de fogo, já que nenhuma das meninas tinha tais armas em sua posse. Tanto para a fracassada narrativa esquerdista que crimes horríveis como aquele tentado em Bartow Middle School são exclusivamente o resultado de pessoas que possuem armas.

No entanto, o incidente ainda é um presságio para o futuro do país, se é para lá que se dirigem alguns interesses dos jovens. Os pais de outros alunos da escola ficaram tão transtornados com a trama, apesar de não terem sido concretizados, que tiraram os alunos das aulas e os mantiveram em casa no dia seguinte.

Os administradores das escolas tentaram sossegar os temores, assegurando-lhes que uma "equipe de conselheiros" estaria presente no campus para ajudar os estudantes e funcionários a lidar com o problema. A presença da força pública também aumentou durante o resto da semana, indicam os relatórios. Mas nada disso chega à raiz do problema, que é a seguinte: o que está acontecendo com nossas crianças?









Via: http://www.anovaordemmundial.com/2018/11/sim-as-coisas-estao-ficando-demoniacas-adolescentes-planejam-matar-colegas-e-beber-seu-sangue-em-nome-de-satanas.html e http://www.anovaordemmundial.com/
Postar um comentário