EXPOSIÇÃO NO RIO TEM OBRA QUE "PROFETIZA" QUEIMA DE IGREJAS POR "EXÉRCITO QUEER" - LIBERTAR.in - Ministério CASA DE YISRAEL

News

28 de out. de 2018

EXPOSIÇÃO NO RIO TEM OBRA QUE "PROFETIZA" QUEIMA DE IGREJAS POR "EXÉRCITO QUEER"

Resultado de imagem para “Profecias”  Quem não luta está morto – arte democracia utopia

Desde o dia 15 de outubro está acontecendo no Museu de Arte do Rio (MAR) a exposição “Quem não luta tá morto – arte democracia utopia”. Conforme seu site oficial, ela reúne mais de 60 obras que pretendem “propor o debate de temas como direito à habitação, violência urbana e contra a mulher, racismo e questões de gênero”.

Em vídeo que circulas nas redes sociais, fica evidenciado que o viés político de esquerda predomina na exposição.

Entre os artistas estão alguns que também tiveram obras expostas no controverso “Queer Museu”, que apresentava peças consideradas vilipêndio à fé cristã.

Na exposição do MAR, chama a atenção a tapeçaria de Randolpho Lamonier. Parte da série “Profecias”, de sua autoria, ela diz: “Exército Queer incendeia igrejas e inaugura o estado laico no Brasil – 2028”. A apologia à violência fica evidenciada pela presença de um fuzil e uma granada na tapeçaria.

O uso da palavra “queer” – esquisito, em ingês – é comum no meio LGBT como um sinônimo de alguém que não é heterossexual.


Série Profecias

Não é a primeira vez que essa mensagem é exposta em museu brasileiros. Em julho, “Profecias” foi exibida na Associação Cultural Video Brasil.

Uma das obras, “Mapa das rebeliões dxs operárixs da indústria. Cidade Industrial – Contagem – 2023”, mostra operários incendiando as fábricas onde trabalham. Já “MST sai em cruzada nacional e faz a reforma agrária com as próprias mãos – 2021”, remete à luta armada pelo grupo maoísta Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra.

Por fim, “Guerreirxs Guarani Kaiowá vencem luta por sua terra ancestral – 2034”, remete à imagem de uma tomada de poder nacional, com o Congresso brasileiro sendo incendiado.

Guerreiros Guarani Kaiowa. (Foto: Divulgação)










Via Jarbas Aragão - Gospel Prime

Nenhum comentário:

Últimos mais vistos

Mais vistos em 10 anos de site