Últimas

COM MACONHA LEGALIZADA, SOBE O NÚMERO DE HOMICÍDIOS NO URUGUAI POR CAUSA DO NARCOTRÁFICO


Com a maconha regularizada no país da América do Sul, disputa de gangues por espaço restrito se torna mais sangrenta.

A capital do Uruguai vive dias de tensão depois que o governo anunciou que o número de homicídios no país cresceu 66% na primeira metade de 2018 com relação ao mesmo período do ano passado.

Também subiram os registros de furtos a domicílios e assaltos à mão armada.

Embora a violência no Uruguai continue baixa se comparada aos níveis da região, o país é um dos que registra aumento mais acentuado dos índices, segundo levantamento da ONG Insight Crime, que monitora o tema na América Latina e produz estudos a respeito dele.

O índice de assassinatos por 100 mil habitantes no Uruguai é de 8,1 (e na capital, de 11), contraposto, por exemplo, a 30,8 no Brasil e 42,8 em Honduras—o índice médio de toda a América Latina é de 21,5, segundo o Instituto Igarapé.

Para o ministro do Interior, Eduardo Bonomi, “o aumento da violência é resultado do aumento dos enfrentamentos de gangues, muitas ligadas ao tráfico de drogas”.


A regulamentação da venda da maconha, em julho de 2017, reduziu o mercado negro da droga em 25%, segundo dados oficiais, e diminuiu a violência ligada à comercialização, além de garantir a qualidade do produto aos usuários regulares registrados.

Mas há um lado negativo. A diminuição do número de compradores que antes recorriam a traficantes fez com que estes passassem a disputar com mais violência o espaço reduzido para atuação.






Via https://renovamidia.com.br/sobe-o-numero-de-homicidios-no-uruguai-por-causa-do-narcotrafico/
Postar um comentário