Últimas

PAPA FRANCISCO É DENUNCIADO POR PROTEGER ARCEBISPO ABUSADOR E PEDE SUA RENÚNCIA

Resultado de imagem para elder

Em um extraordinário testemunho escrito de 11 páginas, um ex-núncio apostólico nos Estados Unidos acusou vários prelados de cumplicidade em cobrir as alegações de abuso sexual do arcebispo Theodore McCarrick, e afirmou que o papa Francisco sabia das sanções impostas ao então cardeal McCarrick pelo Papa Bento XVI, mas ele optou por revogá-las.

O arcebispo Carlo Maria Viganò, 77 anos, que serviu como núncio apostólico em Washington DC de 2011 a 2016, disse que no final dos anos 2000, Bento XVI "impôs sanções ao Cardeal McCarrick semelhantes às que agora lhe foram impostas pelo Papa Francisco" e que Viganò pessoalmente disse ao Papa Francisco sobre essas sanções em 2013.

O arcebispo Viganò disse em seu comunicado, simultaneamente liberado para o site Register e outros meios de comunicação, que o Papa Francisco "continuou a encobrir" McCarrick e "não levou em conta as sanções que o Papa Bento XVI impôs sobre ele", mas também fez de McCarrick "seu fiel conselheiro." Viganò disse que o ex-arcebispo de Washington aconselhou o Papa a nomear um número de bispos nos Estados Unidos, incluindo os cardeais Blase Cupich de Chicago e Joseph Tobin de Newark.

O arcebispo Viganò, que disse que seu “ditame da própria consciência” que a verdade seja conhecida como “a corrupção que alcançou o topo da hierarquia da Igreja”, e terminou seu testemunho ao convidar o Papa Francisco e todos os envolvidos no acobertamento do abusos cometidos pelo Arcebispo McCarrick a renunciar.






Via: https://www.infowars.com/ex-nuncio-accuses-pope-francis-of-failing-to-act-on-mccarricks-abuse/ e http://www.anovaordemmundial.com
Postar um comentário