Últimas

ESTUDANTES ESPANHÓIS ESTÃO SENDO DESPEJADOS DE SUAS CASAS PARA QUE INVASORES MUÇULMANOS SEJAM ALOCADOS


Muçulmanos em vários barcos contrabandistas que foram apanhados pelo navio da ONG George Aquos, Aquarius, vêm de 26 países, a grande maioria da África, mas também do Afeganistão, Bangladesh e Paquistão.



Voz da Europa (h / t Susan K) Centenas de imigrantes estrangeiros ilegais que chegam a bordo do Aquário ancoraram na tarde de ontem em Alicante, onde seus filhos, com idade entre 12 e 17 anos, estarão sob a custódia de assistentes sociais.

Vários estudantes da residência estudantil local agora estão sendo forçados a sair de suas acomodações, apesar de terem pago suas taxas de acomodação para que os migrantes, que chegam da Líbia, possam ser abrigados, segundo o jornal online Actualidad Valdepeñas .

Um jovem estudante de língua alemã em Alicante chamado Rubén, que está planejando viver e trabalhar na Alemanha em seu futuro, pagou 750 euros por mês pelo seu quarto, agora foi forçado a sair junto com os outros estudantes alojados lá.

Sua mãe afirmou que seu filho teve que deixar a residência para dar espaço para os migrantes Aquarius: "Eles nos disseram que não podem estar lá porque eles vêm com muitas doenças, por isso esta é uma questão de saúde".


“É como se estivéssemos resolvendo um problema causando outros, e isso é um grande problema, porque no momento não há lugar em Alicante para o meu filho viver e continuar seus estudos. Nós vamos lá para ver se podemos encontrar alguma coisa, mas será muito difícil, já que tudo já está reservado para os meses de verão ”, explica ela.

A mãe de Rubén não acredita que isso possa ser devido a um “problema de saúde”, caso contrário as autoridades locais certamente não abrigariam centenas de migrantes doentes no centro de uma cidade turística movimentada como Alicante.

As autoridades anunciaram no sábado, 16 de junho, que Rubén e seus colegas tinham apenas 24 horas para recolher seus pertences e desocupar a residência.

O novo vice-primeiro-ministro e ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, alertou no sábado que outros navios de resgate operados por ONGs também seriam proibidos de atracar.


Matteo Salvini, o homem mais popular na Itália agora
"Enquanto o Aquário está navegando para a Espanha, duas outras embarcações operadas por ONGs holandesas ( Lifeline e Seefuchs ) chegaram da costa da Líbia, para esperar por suas cargas humanas quando os traficantes os abandonarem", disse Salvini em um post no Facebook.

"Essas pessoas devem saber que a Itália não quer mais fazer parte desse negócio de imigração clandestina e eles terão que procurar outros portos", disse ele. “Como ministro e como pai, faço isso em benefício de todos.”
Um estandarte afirma: "Não queremos refugiados" em uma manifestação convocada pelo partido político Espana 2000 (E-2000) contra a chegada do navio de resgate "Aquarius" em Valência.






Via http://barenakedislam.com/2018/06/19/spanish-students-kicked-out-of-their-housing-so-illegal-alien-muslim-invaders-could-be-placed-there/
Postar um comentário