Últimas

BILL GATES FINANCIA O DESENVOLVIMENTO DE NOVAS VACINAS QUE 'PODEM' SE TORNAR PANDEMIAS

Resultado de imagem para bill gates vacina

Bill e Melinda Gates, através de sua Fundação Gates, doaram bilhões de dólares para financiar novas vacinas que, de fato, têm causado grandes danos a um grande número de pessoas. Mas com cerca de um milhão de vírus que ainda não sabemos nada, é provável que a Fundação Gates e outros globalistas depositem mais recursos no desenvolvimento de novas vacinas que trabalhem para reduzir a população.

Isso parece inconcebível, mas quando você examina os fatos e algumas das próprias declarações de Bill Gates, descobrirá por si mesmo que esse é exatamente o plano.

Conforme relatado por The Week, desde o surgimento do homem, os vírus tiveram efeitos mortais sobre as populações, permanecendo ocultos por séculos antes de finalmente evoluírem para algo que mata. Nos tempos modernos, quando um novo vírus começa a produzir seus efeitos, a ciência médica faz um jogo de recuperação tentando criar uma vacina que combata o vírus. "Sempre é tarde demais", diz Jonna Mazet, cientista da Universidade da Califórnia, em Davis. Ela disse à revista que a ciência precisa "pensar em algo diferente".

Ela propôs um esforço global para identificar e catalogar todos os vírus conhecidos e ainda desconhecidos através de um esforço chamado Projeto Global Virome. De fato, a ideia não é nova; já existe há algum tempo e é apoiada por cientistas e organizações individuais que incluem a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional, um grupo sem fins lucrativos conhecido como EcoHealth Alliance, ProMED, HealthMap e a empresa de risco de epidemias Metabiota.

Gates disse que quer diminuir a população mundial

Atualmente, parece haver apoio para um esforço global, com organizações de saúde e cientistas constantemente chamados a responder sempre que uma nova ameaça viral surge.

Além disso, a Organização Mundial de Saúde lançou o R&D Blueprint, um projeto que visa reforçar o desenvolvimento de tratamentos e contramedidas para doenças que a agência global de saúde avaliou como apresentando os riscos mais críticos, incluindo a febre hemorrágica da Crimeia-Congo.

Quem está envolvido? O Fórum Econômico Mundial, a Fundação Bill e Melinda Gates e o Wellcome Trust, que juntos formaram uma organização conhecida como Coalizão para Inovações em Prontidão Epidêmica. O objetivo, ostensivamente, é encontrar respostas e ajudar a financiar o desenvolvimento de vacinas que seriam necessárias em uma epidemia, mas que provavelmente não seriam lucrativas para os fabricantes de vacinas.

Além disso, um projeto piloto que está em andamento há cerca de sete anos, chamado PREDICT, já descobriu cerca de 1.000 novos vírus.

Mas o objetivo real é salvar o maior número de vidas possível? Não de acordo com o bilionário fundador da Microsoft. Durante uma palestra do TED que foi publicada online por volta de 2010, Gates vincula o desenvolvimento de novas vacinas com a redução da população do planeta como uma forma de deter o "aquecimento global/mudança climática".

"O mundo hoje tem 6.8 bilhões de pessoas... e se dirige para cerca de 9 bilhões. Agora, se fizermos um excelente trabalho em novas vacinas, cuidados de saúde e serviços de saúde reprodutiva, poderemos diminuir isso para talvez 10 ou 15%.", disse Gates, conforme documentado pelo site TruthWiki.

O site TruthWiki observou ainda que Gates quer cortar população do mundo - para diminuir o 'perigoso' CO2, o qual é realmente necessário para sustentar a vida nos planeta - usando as vacinas de diferentes formas.

Reduzir a população através do uso de 'pandemias' geradas por vacina

Em primeiro lugar, as vacinas contêm toxinas perigosas de metais pesados ​​como o mercúrio (timerosal), bem como documentou o site Natural News. Na verdade, o fundador/editor, Mike Adams, testou as vacinas contra gripe no CWC Labs e descobriu que elas contêm mercúrio. Muitas vacinas também contêm outros metais pesados ​​como o alumínio, bem como carcinógenos conhecidos como o formaldeído, que matariam as pessoas de maneira lenta, muitas vezes indetectável.

As vacinas também podem ser implantadas para reduzir ou eliminar a fertilidade, diminuindo artificialmente as taxas de natalidade em todo o mundo. De fato, em alguns países industrializados em toda a Europa, isso já está acontecendo, já que as taxas de mortalidade excedem as taxas de natalidade. As vacinas poderiam ser usadas para causar abortos espontâneos, o que é muito mais facilmente aceito pelos cientistas do establishment.

Então, também poderia haver uma pandemia criada através do uso de vacinas, para matar centenas de milhões ou mesmo bilhões de pessoas. Pode ser tão fácil quanto desenvolver uma virulenta nova cepa de gripe, forçando quase todo mundo a tomar a vacina.

De qualquer forma, como você pode ver aqui, Gates deixou claro que reduzir a população mundial em relação à falsa questão do "aquecimento global" é seu objetivo, e ele disse isso.







Via: http://www.anovaordemmundial.com/ e https://www.naturalnews.com/
Postar um comentário