Últimas

''CASAL'' DE LÉSBICAS MATA SEUS 6 FILHOS ADOTIVOS, DEPOIS DE MALTRATÁ-LOS POR ANOS


O acidente de automóvel que no final do mês passado causou a morte de um casal lésbico e dos seis filhos adotivos na Califórnia foi intencional. As mulheres estavam sob vigilância por negligência infantil e decidiram suicidar-se, atirando o carro em que seguia a família por uma ribanceira junto ao mar. 

A comunidade de Fort Bragg comoveu-se, no passado dia 23 de março, quando Jennifer Hart e Sarah Hart, ambas com 39 anos, e os seis filhos adotivos morreram no que se pensava ter sido um trágico despiste de carro. Mas o choque aumentou ontem quando a polícia divulgou os mais recentes dados da investigação, que comprovam que afinal as duas mulheres planearam o acidente. 

Os testes clínicos indicam que Jennifer, que ia ao volante, tinha uma taxa de álcool no sangue muito acima daquela que é permitida. A outra mulher e duas das crianças apresentavam vestígios "significativos" de uma substância que provoca sonolência. 

Para além disso, as perícias ao software do carro não deixam dúvidas: a mudança de rota da viatura em direção ao penhasco foi propositada. 

O casal tinha recebido há poucos dias a visita em casa de funcionários da Segurança Social. As mulheres eram investigadas por suspeitas de violência e maus-tratos contra as crianças, que fugiram de casa várias vezes para implorar por comida aos vizinhos.


Postar um comentário