Últimas

🔴 ATENTADO NO BRASIL: MUÇULMANOS INCENDEIAM SINAGOGA EM PELOTAS NO RS; MAS MÍDIA BRASILEIRA ABAFA

Sinagoga atacada

Isso a Rede Globo não passou... mas se fosse uma mesquita ou um terreiro de candomblé, seria notícia para uma semana...

Notícia é de um site conservador americano:

Combustível inflamável derramado sob a entrada principal da Sociedade Israelita em Pelotas causando pequenos danos. Graffiti: 'Espere pela Intifada Internacional'.

JTA, 21 de maio de 2018:

Vândalos incendiaram uma sinagoga no sul do Brasil depois de pintar ameaças à comunidade judaica em suas paredes.

Combustível inflamável foi derramado sob a porta de entrada principal do prédio da Sociedade Israelita de Pelotas na quinta-feira, e incendiou-o causando pequenos danos. Os criminosos também escreveram mensagens pró-palestinos na parede, além de ameaças à comunidade judaica, que deveriam "esperar" por uma "Intifada internacional".

Líderes judaicos locais disseram que o ataque foi “um insulto à democracia e à liberdade de expressão e de religião”, e pediu o envolvimento das autoridades federais.

A porta e os móveis de madeira da sinagoga, as janelas de vidro e as instalações elétricas foram danificadas.

“É alarmante que a tensão no Oriente Médio se traduza em um ataque à comunidade judaica brasileira. Contatamos as autoridades policiais responsáveis ​​por investigar e punir os perpetradores desse ato criminoso de violência e intolerância religiosa ”, disse Fernando Lottenberg, presidente da Confederação Israelita Brasileira, a organização judaica do país.

Este foi o terceiro ataque recente à sinagoga. Além dos slogans pró-palestinos, os pedidos de libertação do ex-presidente esquerdista preso Luis Inácio Lula da Silva foram escritos nas paredes em ataques anteriores. Preso no mês passado por corrupção, o líder populista Lula foi um forte defensor do mundo árabe e seus dois mandatos como presidente foram marcados por um forte sentimento anti-Israel.

Fundada em 1933, a sinagoga é o ponto de encontro central das 70 famílias judias de Pelotas. A cidade de cerca de 350 mil habitantes está localizada no sul do estado brasileiro do Rio Grande do Sul, que inclui a maior população de imigrantes alemães e seus descendentes do país e geralmente vê incidentes neonazistas.




Via https://gellerreport.com/2018/05/brazil-islamic-jew-hatred.html/
Postar um comentário