Últimas

ATENTADO NO YOUTUBE: MULHER ABRE FOGO CONTRA FUNCIONÁRIOS E DEPOIS SE MATA; TERRORISTA ESTARIA USANDO UM HIJAB ISLÂMICO

Imagem relacionada

Um tiroteio na sede principal do #YouTube, em San Bruno, na Califórnia (EUA) nesta terça-feira (3), deixou quatro feridos e causou pânico nos funcionários e pessoas que estavam no lugar. Segundo a polícia local, os disparos foram efetuados por uma mulher que se matou com um tiro [VIDEO] logo em seguida.

Segundo o porta-voz do Hospital Geral de São Francisco, Brent Andrew, deram entrada no local três pacientes com ferimentos à bala. Ele informou em uma coletiva de imprensa, que entre os atendidos estava um homem de 36 anos, em estado considerado crítico, uma mulher [VIDEO] de 32 anos, em situação grave e uma mulher de 27 anos, sem apresentar risco de morte.

A situação da quarta vítima e o nome do hospital onde ela estava não foi informado.

Até o momento não foi registrado nenhuma vítima fatal, mas acredita-se que o número de feridos no tiroteio na sede do YouTube pode chegar a 30 pessoas. Segundo informações da rede ABC News, a atiradora seria uma mulher branca que usava um lenço na cabeça (um hijab islâmico).

Pânico na sede do YouTube

Nas redes sociais foram postados vários relatos e o serviço de emergência 911 recebeu muitas ligações sobre a presença de um atirador na sede do YouTube. Após o alerta, policiais fortemente armados e equipes médicas chegaram ao local. Cerca de 200 funcionários foram levados para um estacionamento próximo e o prédio foi bloqueado para evitar problemas de maior gravidade.

Ainda nas redes sociais de alguns jornais e emissoras de TV da Califórnia mostraram fotos e vídeos onde pessoas saíam correndo do prédio com os braços levantados e sob escolta policial.


Alguns funcionários do YouTube contaram que pensavam tratar-se de uma simulação de incêndio. Outros informaram que correram ao ver que algumas pessoas alertando que um atirador estava no prédio.

Vadim Lavrusik, que também trabalha no YouTube, contou que quando ouviu os tiros, os funcionários deixaram o prédio correndo e outros se trancaram em uma sala junto com colegas de trabalho.

O gerente de produtos do YouTube, Todd Sherman, disse em sua página no Twitter, que estava em uma reunião quando ouviu pessoas correndo. "Fomos para a saída e, logo depois, vimos mais pessoas e alguém contando que havia uma pessoa armada", twittou ele. Sherman disse também que olhou para baixo e viu gotas de sangue no chão e nas escadas.
Donald Trump fala sobre tiroteio na sede do YouTube

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, também twittou sobre o caso quando foi informado do incidente: "Nossos pensamentos e orações estão com todos". disse ele em seu perfil no Twitter agradecendo às forças de segurança e a todos que prestaram atendimento.

O #Google, empresa que controla o YouTube, informou em comunicado que está em contato constante com as autoridades e quando possível emitirá um comunicado oficial sobre a situação. Por enquanto não há informações sobre a identidade da mulher que atirou, mas foi confirmado que ela se matou logo em seguida. #Terrorismo







Via https://br.blastingnews.com/mundo/2018/04/terror-no-predio-do-youtube-mulher-atira-contra-funcionarios-e-causa-panico-002482631.html
Postar um comentário