Últimas

A QUEDA DO VATICANO?

Resultado de imagem para POPE FRANCIS HELL

Peças de gesso caíram do teto da Basílica de São Pedro, um sinal dos céus.

O jornal italiano La Repubblica publicou um artigo na última quarta-feira anunciando que o Papa havia expressamente negado a existência do inferno e a imortalidade da alma humana, em uma recente conversa com o fundador do jornal. Na quinta-feira, 29 de março de 2018, a Santa Sé afirmou que a entrevista entre o Papa Francisco e o jornalista italiano Eugenio Scalfari, o qual afirmou que o Papa negava a existência do inferno, não deveria ser considerada uma representação precisa das palavras do Papa Francisco, mas a própria “reconstrução” do autor.

Scalfari, que sempre foi considerado um confidente papal, afirmou que o Papa Francisco havia abolido o inferno, o purgatório e o céu no início de outubro de 2017, então isso não é um erro, mas uma reiteração definitiva de um pensamento herético que o Papa já discutiu com o mesmo jornalista em entrevistas anteriores. As notícias se espalharam pelo mundo sobre a negação do inferno pelo papa, e o Vaticano estava se desesperado para esclarecer os comentários feitos pelo Papa jesuíta. Um sinal forte e inesperado dos céus foi testemunhado no coração do Vaticano, quando várias peças de gesso caíram da Basílica de São Pedro, felizmente sem causar nenhum dano, no que foi uma experiência aterrorizante e uma fuga por um triz para muitos turistas.

Peças de gesso que caíram do teto da Basílica de São Pedro

Na Capela Sistina contém os muitos magníficos afrescos pintados por Michelangelo, retratando a história do cristianismo, que é a sua interpretação do último julgamento. Eles foram pintados na parede atrás do altar 15 anos após o teto ser pintado. Esta obra-prima do chão ao teto de proporções surpreendentes retrata centenas de cadáveres arrebatados de seus túmulos e levados por anjos para o céu ou para o inferno, conceitos que o atual Papa parece querer abandonar. Centenas de turistas amontoados na Basílica de São Pedro, ficaram abalados, enquanto uma chuva de gesso caía de uma altura de quase 20 metros, não muito longe da capela onde fica a obra-prima Pietà de Michelangelo, onde os antigos romanos teriam considerado sinal sinistro.

Anne Catherine Emmerich, cônsul agostiniana católica romana regular de Windesheim, era uma mística mariana, visionária e estigmatária, que anunciou em sua profecia mais apocalíptica, a destruição da Basílica de São Pedro. Enquanto isso, ilesos do incidente, muitos idiotas contemporâneos pegaram seus telefones imediatamente, ansiosos para capturar o quase acidente com fotos, vídeos e selfies, aparentemente despreocupados com qualquer outro perigo, onde as palavras heréticas do Papa ainda não foram conectadas. Este é o mesmo Papa que lavou e beijou os pés de dois muçulmanos em um ritual da Quinta-Feira Santa, enquanto o acidente na Basílica de São Pedro estava acontecendo.



Via: http://www.anovaordemmundial.com/ e https://newswars.com/the-fall-of-the-vatican
Postar um comentário