Últimas

NEVOU NO DESERTO DO SAARA; E O AQUECIMENTO GLOBAL?

Resultado de imagem para neve deserto saara

As douradas dunas que cercam a cidade de Aïn Séfra (província de Naama, norte da Argélia) se tingiram de branco no domingo após uma atípica tempestade de neve cair na região, de acordo com matéria do jornal Express na segunda-feira. A nevasca produziu uma capa de 40 centímetros de espessura. É o terceiro ano consecutivo que os 35.000 moradores da localidade veem cair flocos de neve sobre o deserto do Saara (dezembro de 2016, janeiro de 2017 e 2018), um fenômeno que não ocorria há 37 anos, quando o povoado vivenciou uma nevasca de meia hora em 18 de fevereiro de 1979.
“Ficamos realmente surpresos quando acordamos e vimos a neve novamente. Ficou o dia todo e começou a derreter por volta das cinco da tarde”, disse ao Express Karim Bouchetata, o fotógrafo que tirou as fotos que agora circulam pelas redes sociais. Aïn Séfra está localizada a aproximadamente 1.000 metros acima do nível do mar e é cercada pela cordilheira do Atlas.

A tempestade ocorreu pela onda de frio que assolou os EUA e a Europa nesse fim de semana. A alta pressão fez com que a tempestade se dirigisse ao norte da África, segundo informações de um porta-voz do Met Office na segunda-feira. “Com as pressões altas o clima frio se estende em direção ao sul além do normal”, explicou o especialista. Por sua vez, a massa quente do ar do norte da África está se dirigindo ao norte pelos fortes ventos do siroco. De modo que a poeira passará através do Mediterrâneo e Europa Central até o norte da Escandinávia, de acordo com o site da agência.

As nevascas do ano passado provocaram retenções nas estradas, com passageiros presos em ônibus pelo gelo e neve nas calçadas, em algumas regiões com até um metro de espessura, como informou o jornal Daily Mail à época. Apesar disso, as crianças saíram às ruas para fazer bonecos de neve e corridas de trenó sobre as dunas de neve às portas do deserto.



Via https://brasil.elpais.com

Nenhum comentário