Últimas

"SE VOCÊ TEM FILHOS, VOCÊ ESTÁ DESTRUINDO O PLANETA", AFIRMAM DEMOCRATAS ECOFASCISTAS

Image: Liberals attack the FAMILY: If you have kids, YOU are destroying the planet

Parece que quanto mais desesperados os democratas liberais se tornam para vender sua agenda radical ao povo americano, mais estranhos e absurdos se tornam seus argumentos.

Pegue um artigo recente publicado pela NBC News, por exemplo, o qual sugere que, se as pessoas da terra simplesmente deixassem de ter filhos, então poderíamos diminuir o aquecimento global e salvar o planeta de uma catástrofe iminente.

"Ter uma criança é um dos principais contribuintes para a mudança climática", escreve Travis Rieder, o autor do artigo. "A conclusão lógica aqui é que todos na Terra devem considerar ter menos filhos".

Na realidade, no entanto, não há nada "lógico" nessa ideia. Em primeiro lugar, foi provado várias vezes que a temperatura global não está aumentando a uma taxa mais rápida do que as dezenas de vezes no passado, muito antes mesmo de os seres humanos caminharem pela Terra. Em segundo lugar, mesmo que tenha havido algum aquecimento, ele não está sendo causado pela atividade humana.

Nos EUA, eles sãos abençoados por ter algo chamado liberdade. Isso significa que, enquanto os pais podem cuidar deles, uma mãe e um pai podem ter tantos filhos quanto quiserem. Mesmo que o autor desse artigo da NBC sugira que os pais devem ser encorajados a parar de ter filhos ao invés de serem forçados a parar de ter filhos, ainda é absolutamente ridículo.

Embora Rieder reconheça que seria difícil convencer as pessoas a pararem de ter filhos por causa de como é incômodo imaginar um mundo sem bebês, ele argumenta que "a seriedade da mudança climática justifica conversas incômodas".

Rieder então usa uma analogia ridícula para argumentar que as pessoas que têm filhos são parcialmente responsáveis ​​pela mudança climática: "Se eu liberar um assassino da prisão, sabendo muito bem que ele pretende matar pessoas inocentes, então eu tenho alguma responsabilidade por essas mortes - mesmo embora o assassino também seja totalmente responsável. A minha libertação não o torna menos responsável (ele fez isso!). Mas isso não elimina minha responsabilidade também."

O autor então cita sua própria filha como exemplo, argumentando que, uma vez que ela é "um agente autônomo, ela será responsável por suas emissões. Mas isso não anula minha responsabilidade. A responsabilidade moral simplesmente não é matemática ".

Tão absurdo quanto todos esses argumentos, o fato é que, infelizmente, o movimento de "menos filhos - para prevenir a mudança climática" parece estar ganhando força. Em julho passado, a Morning Edition da NPR entrevistou uma pesquisadora com o nome de Kimberly Nicholas, que argumentou que, embora reconhecesse que não é seu lugar tomar decisões para outras pessoas, ter menos filhos pode ser uma maneira eficaz de combater a mudança climática. Além disso, Nicholas argumentou que viver sem um carro, evitar viagens de avião e comer uma dieta vegetariana também são boas maneiras de retardar o aumento das temperaturas globais.

Em outras palavras, para lutar contra algo que a comunidade científica ainda não reconheceu oficialmente que existe, as pessoas devem parar de ter bebês, livrar-se de seus carros, nunca pisar um avião novamente e comer frutas e vegetais para o resto de suas vidas. É por isso que tantos conservadores argumentam que os ambientalistas radicais querem nos enviar de volta à Idade da Pedra. Verdade seja dita, os progressistas realmente não se aproximam do progresso; eles se aproximam do regresso, e simplesmente da estupidez.





Via: http://www.anovaordemmundial.com/ e https://www.naturalnews.com/2017-11-18-liberals-attack-the-family-if-you-have-kids-you-are-destroying-the-planet.html

Nenhum comentário