Últimas

COREIA NO NORTE FAZ TESTE NUCLEAR E MATA 200 PESSOAS

Image: 200 dead at nuclear test site in North Korea, according to Japanese media

Um enorme colapso do túnel em um local de teste nuclear na Coreia do Norte resultou na morte de pelo menos 200 pessoas, de acordo com um relatório não verificado da mídia japonesa.

Embora ainda não haja nenhuma confirmação oficial de que o colapso do túnel realmente ocorreu, de acordo com a televisão japonesa Asahi, uma fonte norte-coreana não identificada afirmou que até 100 pessoas estavam presas nos túneis antes que as equipes de resgate fossem atrás delas, no local onde a estrutura desmoronou, aumentando o número de mortos para pelo menos 200 pessoas.

A data em que ocorreu o incidente também é desconhecida. Embora se acredite ter acontecido em 10 de outubro, a agência de notícias Yonhap da Coreia do Sul disse que ainda não está claro quando exatamente o túnel entrou desmoronou. Yonhap informou que o desastre ocorreu como resultado do sexto teste nuclear da Coreia do Norte, que foi realizado no mesmo local.

Pouco antes de o túnel desmoronar, Seul advertiu a Coreia do Norte que mais uma detonação nuclear poderia ser a gota d´água para transbordar o copo, por assim dizer, com força suficiente para destruir seu local de teste na montanha de uma vez por todas e, potencialmente, desencadear um vazamento de radiação. Apesar destes avisos contínuos, é improvável que Kim Jong-Un deixe de testar mísseis nucleares tão cedo.

Além dos avisos da Coreia do Sul, incluindo o chefe de meteorologia do país, Nam Jae-Cheol, os especialistas dos EUA também declararam que novos testes nucleares poderiam resultar em mais tragédias no futuro. Cinco dos recentes testes de mísseis da Coreia do Norte foram realizados sob o Monte Mantap, mas depois de três pequenos terremotos que ocorreram perto do local das explosões, a região agora está falando de "Síndrome de Montanha Cansada".

Embora não haja maneira de dizer o quanto mais destruição ocorrerá como resultado dos testes nucleares da Coreia do Norte, o fato é que as estruturas naturais e feitas pelo homem continuarão a diminuir à medida que esses testes continuam.

Neste ponto, o fato de que Kim Jong-Un é um belicista enlouquecido e instável não é exatamente o tema de debate. Há vários meses, o regime da Coreia do Norte vem fazendo numerosas ameaças contra os Estados Unidos, alegando que não hesitarão em usar suas capacidades militares se chegar a esse ponto.

Leia também: E se Tudo que Estão Contando-nos sobre as Tensões entre os EUA e a Coreia do Norte Estiver Errado?

Enquanto o presidente Trump se prepara para sua tão esperada visita em várias partes da Ásia na próxima semana, Trump já está recebendo avisos severos de pessoas como Anita Kumar, repórter da McClatchy News para "tomar cuidado com o linguajar que ele usa" por medo de que o regime norte-coreano possa ser provocado. O aviso do Kumar vem após reivindicações feitas por especialistas que sugeriram que a Coreia do Norte poderia conduzir seus 23.º teste de míssil deste ano durante o período do presidente Trump na Ásia, entre 03 de novembro e 14 de Novembro.

"O que os especialistas estão me dizendo, porém, é que pode haver um teste de mísseis feito pela Coreia do Norte enquanto o presidente Trump está viajando", disse ela. "Isso vai pressioná-lo, enquanto ele estiver na China ou na Coreia do Sul. Então, isso seria enorme. Ele teria que decidir como reagir".

Embora seja certamente uma possibilidade que a Coreia do Norte possa realizar intencionalmente outro teste nuclear que coincida com a visita de Trump na Ásia, muitos argumentam que a dura retórica do presidente Trump é algo que os americanos devem deixar para trás em vez de desencorajá-lo constantemente. Claro, isso vai irritar os norte-coreanos, mas o mais importante que os Estados Unidos podem fazer face a este inimigo é manter-se forte, e mostrar ao mundo que eles não são o mesmo país passivo que ficou durante oito anos sob Barack Obama. Os EUA precisam mostrar seus dentes e, felizmente, o comandante chefe parece concordar.







Via: http://www.anovaordemmundial.com/

Nenhum comentário