Últimas

FURACÃO IRMA JÁ VAI FAZENDO VÍTIMAS NOS EUA

Resultado de imagem para furacão irma florida

O furacão Irma deixou três mortes ao chegar à Flórida, nos EUA, neste domingo (10). As primeiras vítimas da tempestade em solo americano foram confirmadas em coletiva do governador Rick Scott.

"Fizemos tudo que pudemos para nos proteger deste furacão, mas isso não foi suficiente. Recebemos apoio de 16 estados e da Guarda Nacional. Nosso maior patrimônio é o nosso povo", afirmou Scott, que pediu ajuda às vítimas da tempestade.


Mais cedo, o Serviço Meteorológico Nacional fez um apelo às pessoas que não tinham seguido os alertas de evacuação para que procurassem refúgio e protegessem suas vidas.


Cerca de 1,4 milhão de pessoas ficaram sem luz em razão do furacão. Ao todo, 6,3 milhões de pessoas - cerca de 1/3 da população do estado da Flórida - foram orientadas a evacuar, criando engarrafamentos em estradas e superlotação em abrigo.





Repórter luta contra o furacão Irma em Key West, na Flórida




Outros mortos

O furacão Irma deixou outros 27 mortos nas ilhas do Caribe: 10 na parte francesa e 4 na área holandesa de Saint Martin, 4 nas Ilhas Virgens americanas, 6 nas Ilhas Virgens britânicas e no arquipélago de Anguilla, 2 em Porto Rico e 1 em Barbuda.

Em Saint Martin e Saint Barth, as equipes de emergência trabalham contra o tempo para ajudar os traumatizados habitantes antes da chegada de outro poderoso furacão, de categoria 4, José, que também deve atingir a região.

Um terceiro furacão atingiu o oeste do Golfo do México. Katia tocou a terra na sexta-feira (8) à noite no estado mexicano de Veracruz, mas foi rebaixado a tempestade tropical, um pequeno alívio para o país, que sofreu um terremoto na noite de quinta (7), que deixou ao menos 90 mortos, a maioria na região de Oaxaca.

Antes mesmo de chegar à Flórida, o furacão já havia estendido seus braços, com ventos e chuvas fortes, além de tornados e alertas de tornados em Fort Lauderdale, Coral Springs, Pompano Beach, Sunrise, Palm Beach e Hendry.

Em Cuba, a destruição ao longo da costa norte central foi semelhante à sofrida por outras ilhas do Caribe durante a semana.

É a primeira vez que o olho de uma tempestade de categoria 5 atinge a terra em Cuba desde 1932, segundo os meios de comunicação estatais. O governo ordenou a evacuação de mais de 1 milhão de pessoas.



Via G1

Nenhum comentário