Últimas

ATIVISTAS LGBT AMEAÇAM QUEIMAR IGREJA QUE DEFENDE FAMÍLIA TRADICIONAL

Resultado de imagem para John Gill, church Bellbowrie

E cadê o amor que eles dizem tanto ter em suas campanhas? Agora, pra quê querem se casar na igreja, se Deus é ácido para eles? Não creem, escarnecem, desrespeitam, casamento na igreja só de homem e mulher que é um projeto instituído por Deus chamado família, e nunca terão o prazer de dizer "minha família" porque lá no fundo, sabem que é errado, sabem que é pecado, não adianta, são felizes apenas por fora, mas nunca por dentro, só fingem, porque sem Deus ninguém é feliz verdadeiramente, é só encenação. 
A igreja somos nós, vão queimar apenas o templo que é usado para que os irmãos que acreditam em Deus se unam para adorá-lo, agradecendo pelas suas graças e pela misericórdia que Ele tem nos dado todos os dias, a igreja é de Deus, e se não crer, nem respeita, quer entrar porque? 
Convertei vossos corações, arrependei-vos dos vossos pecados, submetam-se ao padrão moral do Eterno em seus mandamentos, e alcancem a graça de Deus para vossas vidas, somente assim crendo que Yeshua é o salvador e redentor, que alcançaremos a graça de Deus, fora isso não adianta casar na igreja, se batizar na igreja, vir todos os dias para igreja, estão perdendo tempo, Deus nunca abençoará essa união demoníaca.
---

O pastor de uma igreja evangélica em Brisbane, Austrália, começou a receber ameaças, incluindo uma promessa de queimarem o templo depois que ele divulgou uma mensagem defendendo casamento como uma união entre um homem e uma mulher.

A população do país está decidindo pelo voto se irá, ou não, reconhecer o casamento gay. Ativistas LGBT já criaram problemas com diversos líderes cristãos, que lideram a campanha pelo “não”.

“No Facebook, muitas coisas tomam grandes proporções às vezes”, minimiza o pastor John Gill, da Igreja Comunitária de Bellbowrie. “Quero dizer, recebemos ameaças físicas e isso assustou alguns membros da igreja”, acrescentou.

Ele conta que, pela internet, uma pessoa prometeu jogar gasolina e incendiar a igreja se eles não tirassem a placa que diz “Deus instituiu o casamento entre homem e mulher”. Curiosamente, do outro lado, a mensagem é “todos são bem-vindos”. Abaixo, uma placa menor traz o lema da igreja: “um lugar de graça”.

Outros ativistas preferiram a tática de dizer que Cristo não era contra os gays pois nunca falou sobre o assunto. Um deles escreveu a mensagem: “Tenho certeza de que Cristo ficaria muito desapontado com sua visão do cristianismo”. Alguns reclamam que a graça pregada pela igreja deveria ser estendida aos gays, mostrando que não conhecem o conceito bíblico do termo.









Por Jarbas Aragão - Gospel Prime

Nenhum comentário