Últimas

CLÍNICA ABORTISTA PLANNED PARENTHOOD SUGERE: “ENSINE A SEUS FILHOS QUE A GENITÁLIA NÃO DETERMINA O GÊNERO”


Planned Parenthood, a mais famosa clínica que executa abortos nos Estados Unidos, criou um manual ensinando aos professores e pais como identificar uma criança transgênero

O guia publicano no website do Planned Parenthood dá as coordenadas aos pais que querem saber o gênero de seus filhos: “aprenda a ensinar a seu filho que seu gênero não o limita; como falar sobre diferentes tipos de famílias, como saber se seu filho é transgênero e muito mais.”

Em outro trecho destacado pela Fox News, a clínica explica que “embora a resposta mais simples seja que as meninas têm vulvas e os meninos têm pênis/testículos, essa resposta não é verdade para todos os garotos e garotas”, diz a organização. “Menino, garota, homem e mulher são palavras que descrevem a identidade de gênero, e algumas pessoas com identidade de gênero ‘menino’ ou ‘homem’ têm vulvas, e algumas com a identidade de gênero ‘menina’ ou ‘mulher’ têm pênis/testículos. Seus genitais não te fazem um menino ou uma garota.”

Algumas vozes no meio conservador condenaram a proposição do Planned Parenthood. Tim Wildmon, presidente do American Family Association, instituição sediada no estado americano do Mississippi e que promove valores conservadores, disse que: “o que Planned Parenthood está promovendo aqui é apenas estupidez mascarada como sensibilidade. Se você é um adulto tentando falar com uma criança sobre se eles são realmente um menino ou uma menina, você corre o risco de prejudicá-los psicologicamente.”

É de longa data a controvérsia que gira em torno da famosa clínica. Assim é porque o Planned Parenthood (que literalmente significa “planejamento familiar”) é a instituição que mais faz abortos legalizados nos Estados Unidos. Os conservadores, que tendem a votar para o Partido Republicano, costumam a odiá-la. Por outro lado, o Partido Democrata (abertamente pró-aborto) sempre é beneficiado pela captação de votos que a instituição promove-lhe. Hillary Clinton, que recebeu apoio expresso da organização durante a campanha presidencial democrata do ano passado, recebeu da clínica, no último dia 2 de maio, o prêmio de “campeã do século” “pelo seu serviço às mulheres ao longo quarenta anos”.

No manual Planned Parenthood ainda se lê que “dizer que é ruim para os meninos brincar com bonecas ou fazer balé, por exemplo, pode fazer seu filho sentir-se envergonhado e rejeitado.”




Via Breitbart Brasil

Nenhum comentário