Últimas

RABINO SE EMOCIONA AO VER 'NOVILHA VERMELHA', QUE PODERÁ SER USADA NO TERCEIRO TEMPLO

Rabino Benny "Bentsion" Hershcovich vive no México e se emocionou ao encontrar a novilha ruiva em sua cidade. (Foto: Facebook)

Um rabino da cidade de Baja Califórnia - região remota do México - foi a uma fazenda de sua cidade para comprar leite e ficou chocado quando viu o que poderia ser um elemento vital para a construção do Terceiro Templo bem diante de seus olhos: uma novilha vermelha que se alimentava calmamente naquele local.

"Eu cresci ouvindo as histórias, então eu sei o quão rara e valiosa é a novilha vermelha", disse o Rabino Benny "Bentsion" Hershcovich à revista Breaking Israel News. "Eu nunca havia visto uma bezerra vermelha e eu nunca achei que veria uma. Meu coração literalmente disparou quando eu a vi".

A novilha vermelha - citada em um dos mandamentos da Torá - é um elemento necessário para purificar os judeus, a fim de capacitá-los para realizar o serviço no Templo.

O sacrifício do animal é citado por exemplo, em Números 19, a partir do versículo 2: "Este é o estatuto da lei, que o Senhor ordenou, dizendo: Dize aos filhos de Israel que te tragam uma novilha ruiva, que não tenha defeito, e sobre a qual não tenha sido posto jugo".

Ao longo de aproximadamente mil anos, no Primeiro e Segundo Templo, apenas nove Novilhas Vermelhas foram usadas na preparação das águas usadas para purificar os judeus. De acordo com a tradição judaica, a décima seria usada pelo "Messias".

Rabi Hershcovich é o emissário de Cabo San Lucas, no México para Chabad, um ramo do Judaísmo Hasídico que enfatiza o papel do Messias. Ele tem se empenhado em atender às necessidades espirituais da pequena comunidade judaica em Baja, além de aderir aos costumes extra-rigorosos sobre a preparação dos alimentos judaicos, o que representa um grande desafio na localidade onde mora.

O rabino Hershcovich perguntou ao fazendeiro sobre a novilha ruiva e ouviu a resposta de que o animal tinha nascido vários meses antes, e que, embora a cor fosse um tanto estranha, ele a considerava "apenas mais uma vaca". O dono da fazenda nunca tinha ouvido falar da citação da bezerra no texto bíblico e não entendia por que o rabino estava tão animado em encontrá-la.

Embora seja familiarizado com o conceito da novilha vermelha, Hershcovich sentiu-se desqualificado para determinar se esta especificamente cumpriria os requisitos da Torá. As leis que tratam do sacrifício da bezerra vermelha são complexas e um defeito minúsculo ou apenas um fio do pelo na cor errada podem tornar a vaca imprópria.

"Independentemente de seu status, apenas o fato de ver algo que era parte integrante do Templo e da história judaica, já foi realmente magnífico", disse o rabino. "Fiquei simplesmente 'hipnotizado' ao ver essa novilha".

Foram encontradas muito poucas 'candidatas' para ser a novilha vermelha usada no Terceiro Templo. A maioria foi desqualificada devido a algumas manchas ou pelo fato de já estarem prenhes.

Em um esforço para restabelecer a mitsvá (purificação com as cinzas da novilha vermelha, como citada em Números 19), o Instituto do Templo em Jerusalém importou no ano passado, embriões de novilhos raça Angus - uma espécie bovina, distintamente ruiva - e implantou-os em vacas israelenses em uma fazenda, na região do Negueve. Embora vários bezerros do sexo masculino tenham nascido, ainda não foram relatados relatos de novilhas vermelhas.

Embora seja improvável que a novilha de Baja se torne parte do ritual judaico do Terceiro Templo, o encontro aleatório teve um significado profundamente espiritual para o rabino Hershcovich.

"Isso faz parte de quem somos e representa uma parte importante do nosso futuro. O fato de encontrá-la mostra que nossa esperança pode ser realizada ", disse Rabi Hershcovich.


Profecias
Segundo a profecias bíblicas, o Terceiro Templo será estabelecido durante a Grande Tribulação. No livro de Daniel há referências sobre este templo quando, o profeta diz que "o príncipe que há de vir" (anticristo) irá cessar os sacrifícios no local em meio à Tribulação (Daniel 9:27).

O apóstolo Paulo também cita o período, lembrando que o "homem do pecado" se assentará no templo como se ele fosse Deus (2 Tessalonicenses 2:3-4).


Via Guia-me

Nenhum comentário