Últimas

FORTE TERREMOTO SACODE NICARÁGUA E EL SALVADOR

Resultado de imagem para el salvador terremoto

Enquanto os nicaraguenses esperavam ansiosamente pelas consequências que poderia deixar neste país vulnerável a passagem do furacão Otto, que chegou à costa do Caribe ao meio-dia da quinta-feira (hora local), um forte terremoto de 7,2 na escala Richter, alterou ainda mais o ânimo desta nação centro-americana, cujas autoridades decretaram o estado de emergência e foi vigiado as costas do Pacífico por um alerta de tsunami, agora desativado. O terremoto também foi sentido nos países vizinhos, especialmente em El Salvador.

A fúria do Otto entrou no país com ventos de 175 quilômetros por hora, causando fortes chuvas na região do Caribe, a mais pobre de um país bastante empobrecido. As autoridades informaram que nas horas prévias à chegada do furacão tinham evacuado mais de 10.000 pessoas para centros de abrigo seguro, além de proibir a navegação nas águas do Caribe. O furacão entrou na Nicarágua pelo sul das costas do Caribe e espera-se que tenha um forte impacto sobre a pequena comunidade de San Juan del Norte, perto da fronteira com a Costa Rica.

Enquanto as autoridades mantinham o monitoramento deste fenômeno meteorológico, um forte terremoto sacudiu o país, cujo epicentro foi registrado na costa sul do Pacífico, com uma profundidade de 10,3 quilômetros. A emergência nacional foi declarada imediatamente após o terremoto e foi lida em rede nacional pela primeira-dama e porta-voz do governo, Rosario Murillo.

O Governo já havia decretado alerta vermelho em toda a parte sul do território nicaraguense por causa da chegada iminente do Otto, um furacão categoria 2. O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos tinha afirmado que Otto é um furacão de “alta periculosidade”, apesar de que as autoridades nicaraguenses esperam que perca força nas próximas horas. No entanto, são esperadas tempestades severas em quase todo o país, de 130.000 quilômetros quadrados, incluindo Manágua, a capital. A cidade mantinha sua rotina normal na quinta-feira, com o céu nublado, mas sem chuva até que o tremor obrigou à evacuação de edifícios e áreas vulneráveis.


Ver imagen en Twitter


Seguir
MARN El Salvador @MARN_Oficial_SV


De acuerdo al PTWC las alturas de olas estimadas varían de 0.3 a 1.0 m en la costa de El Salvador.
17:44 - 24 nov 2016

248248 Retweets
132132 me gusta



A história deste país da América Central está marcada pelo desastre de fenômenos naturais brutais, incluindo terremotos, erupções vulcânicas e tsunamis como o que ocorreu em 1992, após um forte terremoto deixando pelo menos 116 mortos. Os furacões estão entre os desastres mais comuns que afetam o país. Na memória viva está o golpe do furacão Jeanne, que atingiu o país em 1988; o Mitch que em outubro de 1998 deixou 3.800 mortos, destruiu a infraestrutura do país e afetou mais de dois milhões de pessoas. Em 2007, a Nicarágua recebeu a investida do furacão Felix, que causou 159 mortes e mais de 600.000 desabrigados.

Em 1988, após a devastação do furacão Jeanne, a líder feminista Sofía Montenegro tinha escrito ao então jornal oficialista Barricada: “Droga de país! Mais uma vez em ruínas! Quantas vezes teremos que reconstruir o que foi destruído?”
O terremoto foi sentido em toda a América Central

O epicentro do terremoto foi em Usulután, El Salvador (a 100 quilômetros da capital), às 12h45 (hora local). O terremoto foi sentido em todo o istmo centro-americano: da Guatemala à Costa Rica. Ainda não há informações sobre danos ou vítimas.

Foram registradas pelo menos cinco réplicas de magnitudes 4 e 5 na área do epicentro, escreveu no Twitter a ministra salvadorenha do Meio Ambiente e Recursos Naturais, Lina Pohl. A ministra pediu à população que mantenha a calma e não sobrecarregue as linhas telefônicas, a menos que ligar seja absolutamente necessário.

O Governo também ordenou que os habitantes da zona costeira a menos de um quilômetro da praia sejam desalojados. “Temos alerta de tsunami, é possível que seja gerada uma onda de três metros nas praias do leste do país”, advertiu Pohl. “A probabilidade de que isso aconteça não é alta, mas pode acontecer”, acrescentou.


Via El País

Nenhum comentário