Últimas

HALLOWEEN STORM: A MAIOR TEMPESTADE SOLAR JÁ REGISTRADA DA HISTÓRIA


Durante os dias do evento o Sol produziu diversas explosões maiores que Classe X17, que lançaram em direção à Terra bilhões de toneladas de partículas carregadas. No primeiro impacto das partículas, o índice KP que mede a instabilidade ionosférica atingiu o nível 9 e a tempestade geomagnética que seguiu durou cerca de 60 horas, produzindo auroras boreais visíveis até em Miami.

Consequências da Explosão.

No dia 4 de novembro de 2003 ocorreu a maior tempestade do Halloween Storm, a mais intensa já registrada por instrumentos. De acordo com os pesquisadores, essa rajada atingiu a classe X28, mas alguns estudos mostram que esse valor pode ter sido ainda maior. Os estudos indicam que o nível de raios-x pode ter ultrapassado a impressionante classe X45.


Para que o leitor tenha uma ideia da violência do evento, a explosão danificou 28 satélites, uma sonda na órbita de Marte e provocou um apagão na Suécia. Além disso, foi registrada por diversas naves interplanetárias, entre elas a Voyager, à época na orbita de Plutão.

Mesmo causando todo esse estrago, por sorte a área mais densa das partículas ejetadas não atingiu a Terra diretamente, passando de raspão pelo nosso planeta.

O satélite SOHO, que registrava o evento, ficou momentaneamente cego pela descomunal quantidade de energia que atingiu seus sensores, como mostra o vídeo acima.


Via Apolo11

Nenhum comentário