Últimas

ESTADO ISLÂMICO SE PREPARA PARA 'CONFRONTO APOCALÍPTICO’ ENTRE MUÇULMANOS E CRISTÃOS

O grupo extremista vem usando Dabiq para promover a razão teológica do combate na Síria. (Foto: Dabiq)

Rebeldes sírios apoiados pelos Estados Unidos anunciaram que dentro de 48 horas chegarão na cidade Isil-held, em Dabiq — considerada por jihadistas como o local da batalha apocalíptica entre muçulmanos e cristãos.

Embora Dabiq, localizada próximo à fronteira da Turquia, tenha pouco valor estratégico, o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) espera defender a área violentamente por causa de sua importância ideológica.

De acordo com escritos deixados pelo profeta Maomé há 1.400 anos, "o fim dos tempos não virá até que um exército islâmico derrote os ‘romanos’”. Segundo a interpretação do grupo extremista, os americanos e seus aliados seriam os romanos dos dias atuais.

Nas últimas semanas, o EI enviou centenas de seus combatentes mais preparados para defender a cidade, que tem sido mantida sob seu domínio desde agosto de 2014. Cerca de 21 combatentes foram mortos e 35 feridos na aldeia de Turkman Barih, a cerca de 4 quilômetros de Dabiq.

O governo americano acredita que estratégias através de Dabiq poderiam atacar a moral do EI, que se prepara para a defesa de ataques em Mosul, no Iraque e Raqqa, na Síria — as maiores cidades dominadas pelos jihadistas.

O grupo extremista vem usando Dabiq para promover a razão teológica do combate na Síria. "A fagulha foi acesa no Iraque e seu calor vai continuar se intensificando — com a permissão de Alá — até que queime os exércitos dos cruzados [cristãos] em Dabiq", disse Abu Musab al-Zarqawi, um dos fundadores do EI, disse em uma edição da revista de propaganda do grupo, em 2015.

Por outro lado, analistas acreditam que a perda de Dabiq não será suficiente para deter as ações terroristas.

"Se eles perdem a batalha, eu tenho certeza que eles vão intensificar sua narrativa de que tudo acontecerá no tempo de Alá", disse Kyle Orton, da Sociedade Henry Jackson. "A ideia é que eles passarão por muito sofrimento e muitos contratempos antes da terra prometida".



Via Guia-me

Nenhum comentário