Últimas

MORRE AOS 93 ANOS O EX-PRESIDENTE DE ISRAEL, SHIMON PERES

Shimon Peres assumiu a presidência israelense entre 2007 e 2014. (Foto: Dan Balilty/AP File)

O ex-presidente e ex-primeiro-ministro israelense Shimon Peres morreu na noite desta terça-feira (27), aos 93 anos.

Depois de sofrer um AVC (acidente vascular cerebral) durante sua rotina de trabalho, no dia 13, Peres foi internado. Segundo a Rádio do Exército, ele chegou ao hospital consciente, mas reclamando de dor.

Os médicos decidiram sedá-lo para proteger seu cérebro e o manteve sob respiração assistida na unidade de tratamento intensivo do hospital Tel-Hashomer de Ramat Gan, na região de Tel Aviv, onde morreu.

Conhecido por defender um Oriente Médio no qual Israel possa conviver em paz com os vizinhos árabes e palestinos, Peres foi um dos ganhadores do Prêmio Nobel de 1994 pelos Acordos de Paz de Oslo, concluídos com o ex-primeiro-ministro de Israel, Yitzhak Rabin, e o ex-presidente da Autoridade Nacional Palestina, Yasser Arafat.

O líder israelense também é reconhecido por ter sido o principal defensor do programa nuclear israelense e de sua indústria aeronáutica, um dos principais fatores para vencer os países árabes em pelo menos cinco guerras.

Peres é a última figura da geração dos “pais fundadores” de Israel e se tornou o "pupilo" do criador do Estado Judeu, em 1948. Se lançou na política ativa em 1959, quando foi eleito pela primeira vez deputado no Parlamento, cargo renovado sucessivamente.

Aos 29 anos foi nomeado diretor-geral do ministério da Defesa, responsável pelas poderosas fábricas de armas e indústrias aeronáuticas israelenses. No Partido Trabalhista, do qual foi dirigente histórico durante anos, conseguiu apenas alternar a liderança do governo após o pleito de 1984.

Peres assumiu o posto de primeiro-ministro, no qual ficou até 1986. Após ser ministro do exterior no governo do trabalhista Yitzhak Rabin, assassinado em 1995, Peres exerceu novamente a função de primeiro-ministro de forma interina.

Entre 2007 e 2014 assumiu a presidência israelense, instituição representativa sem poder executivo, mas com responsabilidade para fazer articulações entre os três poderes do Estado e o povo.


Via Guia-me

Nenhum comentário