Últimas

FÁBIO PORCHAT FOI CONTRATADO COM DINHEIRO DE FRAUDE DA LEI ROUANET


Não foi o mesmo Fábio Porchat e o grupo anticristão do Portas dos Fundos que havia afirmado de pé junto que não recebiam dinheiro da Lei Rouanet?

Entre as fraudes descobertas pela Polícia Federal na Operação Boca Livre, que cumpriu 14 mandados de prisão na terça-feira (28), está a festa de aniversário do Demarest e Almeida, um dos mais prestigiados escritórios de advocacia do país. A banca contratou show do humorista Fábio Porchat, do grupo Porta dos Fundos, para animar a comemoração de seus 68 anos, no começo deste mês. De acordo com a investigação, houve uso indevido de financiamento da Lei Rouanet.

Policiais federais durante a Operação Boca Livre, em São Paulo (Foto: Pedro Kirilos / Ag. O Globo)

Uma auditoria da Receita Federal comprovou que o escritório deduziu do Imposto de Renda a quantia empenhada no projeto. A comemoração custou cerca de R$ 200 mil. Nesta terça-feira, policiais federais estiveram na sede do Demarest em São Paulo para cumprir mandado de busca e apreensão.

Em nota, a assessoria do Demarest diz que “o objetivo da visita [da Polícia Federal] foi a solicitação de documentos e informações relacionados a empresas de marketing de eventos que prestaram serviços ao escritório no âmbito da Lei Rouanet. Tais empresas são alvo da operação. O escritório enfatiza que não cometeu qualquer irregularidade e informa que colaborou e continuará a colaborar com a investigação”.

Via Época

Nenhum comentário