Últimas

ESTADO ISLÂMICO REVELA LISTA DE 'PRÓXIMAS VÍTIMAS' EM 20 PAÍSES, INCLUINDO O BRASIL

Militante do Estado Islâmico. (Foto: Reuters)

Uma coalizão pirata da internet que declarou apoio à organização terrorista Estado Islâmico está convocando os jihadistas conhecidos como 'lobos solitários' a matar cerca de 8.000 norte-americanos, para "vingar os muçulmanos".

De acordo com o site de notícias on-line 'Vocativ' e o jornal britânico 'Daily Mail', um grupo de hackers apoiadores do Estado Islâmico, chamado União Cibernética do Califado produziu uma recente lista de próximas vítimas, que apresenta os nomes, endereços e e-mails de 8,318 pessoas. A organização publicou tanto uma versão em Inglês, como em árabe da lista por meio de mensagens móveis no aplicativo 'Telegram'.

Dos 8,318 nomes na lista, acredita-se que 7.848 vivem nos Estados Unidos. De acordo com o site de notícias, 1.445 pessoas incluídas na lista têm endereço na Califórnia, enquanto 643 dos listados têm endereços na Flórida. A lista também incluiu 341 pessoas com endereços de Washington, 333 com endereços no Texas, 331 com endereços de Illinois e 290 com endereços de Nova York.

Além disso, a lista incluiu 312 pessoas que vivem no Canadá, 69 que vivem na Austrália, 39 que vivem no Reino Unido. Outros listados têm endereços na França, Bélgica, China, Brasil, Alemanha, Grécia, Israel, Irlanda, Itália, Jamaica, Nova Zelândia, Coreia do Sul, Indonésia, Guatemala, Estônia e Trinidad e Tobago.

Segundo o site, o grupo de hackers pede que os jihadistas "persigam" as pessoas que estão listadas e as "matem para se vingar os muçulmanos". Este arquivo mais recente deve ser a mais longa 'lista de vítimas' que qualquer organização filiada ao Estado Islâmico já publicou.

Não está claro por qual razão os nomes dessa lista seriam alvos da organização e também não ficou claro se a lista não teria incluído nomes ou informações que já já citados em listas anteriores, que tiveram grande repercussão on-line.

De acordo com o Daily Mail, o Telegram ainda é frequentemente usado por jihadistas para recrutar e espalhar jovens para o Estado Islâmico, mesmo após o aplicativo ter encerrado até 78 contas relacionadas ao grupo terrorista, após os ataques do ano passado em Paris.

Um estudo realizado pela empresa de segurança Flashpoint afirma que a o 'Cyber ​​Califado Unido' foi criado por uma fusão de uma série de grupos que apoiam o Estado Islâmico, incluindo a Exército Cyber Califado e do Exército Filhos do Califado.

No entanto, o estudo afirmou que "as capacidades gerais do grupo não demonstram segmentação sofisticada".

"De qualquer forma, a gravidade dos ataques cibernéticos, declarando apoio ao Estado Islâmico provavelmente não vai permanecer neste nível de relativamente não sofisticado", afirma o relatório.

Além da lista de vítimas, o grupo de hackers divulgou imagens de satélite das bases aéreas dos EUA em todo o mundo em seu perfil do Telegram na última segunda-feira (5).

Via http://guiame.com.br/gospel/noticias/estado-islamico-revela-lista-de-proximas-vitimas-em-20-paises-incluindo-o-brasil.html

Nenhum comentário