Últimas

DANILO GENTILI RECEBE VOTO DE CENSURA DO SENADO "FEDEREL" (VÍDEO)



Conforme a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado Federal decidiu, no final do último mês, encaminhar moção de censura "ao repórter ecomediante Danilo Gentili, que ofendeu a senadora Regina Sousa (PT-PI) na cobertura da sessão que aprovou o impedimento da presidente Dilma Rousseff no Plenário do Senado"; Danilo recebeu, nesta quarta-feira (08) o documento em seu camarim no SBT, onde apresenta o talk show "The Noite". Aos de pouca memória, a coluna lembra que Danilo Gentili comentou no Twitter que Regina Souza não parecia uma senadora, mas sim “uma tia do café”.

A moção de censura foi despachada pelo gabinete do senador Paulo Paim (PT-RS) e diz que a fala de Danilo "demonstra comportamento machista", "que deve ser rechaçado e repelido", além de frisar que "o preconceito banaliza, demonstra intolerância e ódio". O documento ainda reforça que "fazer humor é muito diferente de ofender e proferir palavras preconceituosas". Danilo, por sua vez, tirou sarro do documento devido a erros de gramática e ortagrafia como "conciência" (sic) e (Senado) "federel", dentre outros. "Vou emoldurar esse papel e colocar no meu banheiro. Vou cagar todo dia olhando para ele. Não posso dizer que foi o tiozinho do café quem escreveu porque ele não seria tão analfabeto assim. Ah, para a puta que pariu...", disse em seu camarim.

A senadora Regina Sousa no plenário do Senado durante sessão para votar o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff

Em tempo: a senadora Regina Sousa (PT-PI) anunciou em Plenário que vai acionar judicialmente Danilo Gentili. A senadora fez questão de dizer que não se sentia diminuída por ter sido comparada a uma "tia do cafezinho", afinal foi “quebradeira de coco”. Regina ponderou, porém, que o comentário foi racista e preconceituoso. Ela lembrou que Gentili tem sido recorrente em “comentários maldosos, principalmente em relação às mulheres” e disse: "Mas eu não vou deixar barato para o Danilo Gentili. Não é questão de indenização, mas eu vou representá-lo em nome das tias do cafezinho. O que vier dessa ação que vou fazer será dedicado às mulheres que servem cafezinho". À ocasião, em aparte, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) apoiou a senadora e classificou a fala de Gentili como “fascista”. O senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), por sua vez, disse que o comentário do apresentador foi “uma falta de respeito”.


Via http://www.jb.com.br/ e Reaçonaria

Nenhum comentário