Últimas

CRISTÃOS SÃO FORÇADOS A ADORAR DEUS HINDU


Um casal cristão foi agredido brutalmente por fundamentalistas hindus na Índia. O ataque aconteceu este mês e foi divulgado pelo ministério Portas Abertas.

O casal Dinbanhu Sameli, de 30 anos e Meena de 26, lideram um ministério em Bastar e foram forçados a adorarem um deus hindu, como se negaram, foram agredidos e tiveram a igreja incendiada.

Meena está grávida de 7 meses e nem a gravidez impediu que os fundamentalistas partissem para a agressão física.

“Eu estava do lado de fora da igreja, quando dois jovens aproximaram-se pedindo oração, alegando que eram de uma igreja próxima. Minha esposa viu, e veio até nós. Em seguida, colocaram uma espada no meu pescoço e gritaram ‘Jai Shri Ram’ (vitória ao deus Ram). E perguntavam: ‘Onde está o seu Jesus?’. Eu respondi: ‘Eu creio que ele está aqui agora’. Mas eles insistiram: ‘Por que você não acredita em Ram?’. Então respondemos com silêncio para que eles não nos matassem”, lembra o líder.

Os agressores ainda exigiram que eles desenhassem a imagem de Ram em suas Bíblias, mas eles também se negaram e por isso eles jogaram gasolina na igreja e atearam fogo.

“Eu senti o peso da espada e tive medo em meu coração, então orei para que Deus nos livrasse da morte. Então os dois fugiram. Não podíamos fazer mais nada, a igreja estava toda queimada, então fomos prestar uma queixa na delegacia”, relatou.

Mas os hindus prepararam uma armadilha e acusaram os cristãos de queimarem a própria igreja. “Mais tarde, a notícia já estava estampada no jornal local, informando que eu era culpado pelo incêndio e que minha esposa me ajudou a encharcar a igreja com gasolina antes do incêndio”, explica.

Essa não é a primeira vez que os devotos de Ram atacam cristãos. Um analista de perseguição do Portas Abertas lembra que no ano passado militantes hindus destruíram uma igreja utilizando tratores.

Enquanto lançavam os tratores no prédio os homens gritavam ‘Jai Shri Ram’ e escreveram a frase nas paredes e na porta principal. Ainda segundo o analista, foram registrados 93 ataques organizados contra cristãos entre 2014 e 2015 e este ano o número é maior: entre janeiro e abril foram registrados 49 incidentes no centro da Índia.

Via: Gospel Prime

Nenhum comentário