Últimas

TIRANIA COMUNISTA NA VENEZUELA USA ESCASSEZ DE ALIMENTOS COMO MÉTODO DE CONTROLE SOCIAL


É isso que os socialistas, tanto bolivarianos ou fabianos, (PT, PSDB, PMDB, etc) querem estabelecer no Brasil - O CAOS.

Que Deus intervenha neste país! Que esse povo se volte à Deus enquanto há tempo!
---

Vejam bem o que está acontecendo na Venezuela. Segundo o jornal El Nuevo Herald, de Miami (EUA), a crise na Venezuela sob a tirania do comunista Nicolás Maduro se torna mais aguda. Agora mesmo Maduro manipula a escassez de alimentos criando ‘bolsas de comida’ que são entregue nas casas dos poucos adeptos do chavismo que restam no país, enquanto mais de 70% dos venezuelanos são obrigados a adquirir comida no mercado paralelo a preços extorsivos.


Segundo o Herald, Maduro está exercendo a repressão contra a população por meio da escassez de comida para a maioria e entregando de graça bolsas de alimentação para a minoria chavista que ainda vota no governo.

Ao mesmo tempo o plebiscito revogatório destinado a afastar Nicolás Maduro do poder já aprovado pela Assembléia Nacional de esmagadora maioria oposicionista fez aumentar a repressão. Maduro utiliza os bandos chavistas vestidos de vermelho para agredir oposicionistas.

No vídeo acima, os bandos comunistas de Maduro atacam cidadãos que marcharam até a sede do CNE - Conselho Nacional Eleitoral, para exigir que sejam liberadas as planilhas necessárias para que se inicie o referendo revogatório.

Ao mesmo empo em que são atacados pelos bandos vermelhos a Guarda Nacional Bolivariana (equivalente à Força Nacional do Brasil criada pelo governo do PT) apenas assiste homens e mulheres sendo agredidos de forma violenta pela bandalha comunista que tem licença da ditadura de Nicolás Maduro inclusive para matar cidadãos que se rebelam contra os comunistas.


As pessoas decentes e trabalhadoras que não apóiam o regime comunista de Nicolás Maduro, são obrigados a enfrentar filas enormes todos os dias em busca de alimentos no mercado negro. Já os chavistas recebem em casa uma Bolsa de Alimentos. Foto: El Nuevo Herald.

JORNALISMO MENTIROSO

São informações como esta que não aparecem na grande imprensa brasileira porque a maioria dos jornalistas brasileiros apoia o comunismo. Eles mentem todos os dias pelos jornais, rádios (com destaque para a CBN) sem falar nas televisões. A maioria dos jornalistas sempre foi constituída por uma escumalha integrada por psicopatas, maconheiros, diletantes e vadios que sempre viveram de caraminguás oficias e chegaram ao auge nos governos de Lula e Dilma. Essa gente que domina as redações da grande imprensa, em sua quase totalidade, é criminosa. A classe jornalística em cerca de 90% é integrada por esses vagabundos e vagabundas. Com mais de 40 anos de jornalismo eu os conheço muito bem.

E o nível de boçalidade dessa cambada de ordinários é tamanha que eles defendem a censura à imprensa, travestida de “controle social da mídia’. É um caso sui generis, é mais uma jabuticaba. Os celerados dos sindicatos de jornalistas no Brasil defendem a censura à imprensa. É inacreditável mas é verdade. Eles, os jornalistas, estão entre os principais responsáveis pela "desinformação'' que permitiu à vagabundagem do PT chegar ao poder no Brasil.

O PT como os demais partidos comunistas, como o chavismo, é fruto de marketing e, principalmente, da desinformação sistemática veiculada pela grande mídia.

Na Venezuela eles já chegaram a ponto de ter o domínio total do aparelho estatal, inclusive das Forças Armadas.

Nenhum comentário