Últimas

BOLA DE FOGO EXPLODE NOS CÉUS DE MINAS GERAIS

Um meteoro extremamente brilhante foi observado no fim da noite de quinta-feira em várias cidades do interior de Minas Gerais e de São Paulo teve sua ruptura registrada em vídeo por câmeras de vigilância do céu.


Bola de fogo sobre Minas Gerais

Bola de fogo registrada pelas câmeras de monitoramento do observatório SONEAR/BRAMON, às 01h43 UTC do dia 01 de abril de 2016

A rocha penetrou na atmosfera da Terra exatamente às 22h43 de quinta-feira e teve seu deslocamento monitorado pelas câmeras de vigilância do céu do observatório SONEAR/BRAMON, situado na cidade de Oliveira, a 150 quilômetros a sudoeste de Belo Horizonte.

De acordo com testemunhas, o bólido produziu uma luz verde extremante brilhante e foi avistado em cidades a mais de 100 km de Oliveira, como Itauna.



Assista ao vídeo


Alguns observadores localizados em Campinas, no interior de São Paulo, relataram terem visto uma bola de fogo com as mesmas características, no mesmo horário.

Até agora não há relatos de boom sônico ou qualquer informações sobre a queda de fragmentos.

Primeiras Análises
Segundo o pesquisador Carlos Augusto de Pietro, ligado à BRAMON (Rede Brasileiras de Observadores de Meteoros), o bólido durou cerca de 11 segundos e passou entre 47km e 90 km da cidade de Oliveira, a uma altitude ainda desconhecida.

"Certamente este foi o bólido mais luminoso e longo já capturado pela BRAMON e certamente aquele com maiores chances de ter produzido meteoritos", disse Di Pietro.

O pesquisador explicou também que a massa do objeto ainda está sendo calculada, bem como a resistência mecânica e sua densidade. "Com essas informações poderemos estimar se tratou-se de um meteoróide de origem cometária ou asteroidal, mesmo antes de obtermos sua órbita", explicou Di Pietro.

Bola de Fogo
Uma bola de fogo é produzida durante os instantes em que um objeto em alta velocidade se choca contra a alta atmosfera, produzindo uma região gasosa de alta pressão. Essa compressão eleva a temperatura do gás de tal forma que o torna incandescente, produzindo a bola de fogo.

Via Apolo 11

Nenhum comentário