Últimas

ISRAEL: SACERDOTES REENCENAM SERVIÇO BÍBLICO DO TEMPLO; CONSTRUÇÃO DO TERCEIRO TEMPLO ESTÁ PRÓXIMA


Semelhantemente, no dia da vossa alegria e nas vossas solenidades, e nos princípios de vossos meses, também tocareis as trombetas sobre os vossos holocaustos, sobre os vossos sacrifícios pacíficos, e vos serão por memorial perante vosso Deus: Eu sou o Senhor vosso Deus. Números 10:10

Uma cerimônia especial foi realizada no Cardo em Jerusalém na última quinta-feira, 10 de março. Era o início do mês de Adar, ou, para ser mais preciso, o segundo dia de Rosh Chodesh Adar Bet. No templo, o novo mês foi considerado uma pequena férias e a cerimônia, uma reconstituição do serviço do Templo, foi gloriosamente ilustrada.

No dia do novo mês, sacrifícios especiais foram trazidos para o Templo: dois bois, um carneiro, sete cordeiros, libações de vinho, farinha e óleo (Números 28: 11-15). Isso é idêntico aos sacrifícios oferecidos na Páscoa e Shavuot, indicando o aspecto sagrado do novo mês. Toques de trombeta especiais também foram adicionados à celebração.

Para comemorar a natureza especial do dia, o Instituto do Templo, em conjunto com o Sinédrio e outras organizações do Templo, realizou uma reconstituição do serviço, uma vez que teria sido realizada no Templo. A cerimônia foi destinada a ser educacional para os espectadores e um dry-run para os sacerdotes que participaram.


Os sacerdotes, os alunos de Nezer HaKodesh da Academia do Instituto do Templo de Cohanim, usavam roupas autênticas feitas com as especificações bíblicos, e realizou a bênção Kohanic. Músicos tocavam instrumentos adequados para uso no templo fornecidos pelo Instituto do Templo, acompanhado por um coro.


Embora nenhum animal foi realmente abatido, os órgãos e gorduras especiais foram exibidos e explicados. Houve também uma demonstração de como o sangue é aspergido sobre o altar. Uma oferta de mincha de sêmola foi queimada sobre o altar, um modelo em escala precisa, cerca de um metro de altura e dois metros e meio quadrado.


Além da demonstração dos sacrifícios, três membros do Sinédrio aceitou o depoimento de duas testemunhas para o mandamento da Torá de declarar o novo mês.


O Rabino Yisrael Ariel, o fundador e chefe do Instituto do Templo, também deu uma lição sobre o mandamento bíblico da Machatzit HaShekel (Êxodo 30: 11-16), o meio siclo de peso de prata, dado ao Templo todos os anos por homens judeus neste mês. Rabbi Ariel explicou que o meio-shekel foi usado para comprar os sacrifícios diários oferecidos para todos Israel.

Eventos como este ajudam a preparar para o Templo real. Não só sensibilizar o público, ele também ajuda a instruir Cohanim, os judeus da classe sacerdotal.

Joshua Wander, um residente do Monte das Oliveiras, que participou de vários dos eventos do Instituto do Templo, observou que ele também ajuda a corrigir lapsos de conhecimento prático.

"Quando fizemos a reconstituição da oferta de Pesach, descobrimos que é difícil assar um animal inteiro sem queimar o exterior e deixando a matéria-dentro", disse Wander. "Nós descobrimos que temos que envolvê-lo e selá-lo, o que tinha que ser feito com cuidado, uma vez que é proibido quebrar qualquer um dos ossos."

Fonte: Breaking Israel News.

Tradução: Últimos Acontecimentos

Nenhum comentário