Últimas

POLÍCIA BRITÂNICA PRENDE HOMEM POR "FAZER POST OFENSIVO SOBRE REFUGIADOS ISLÂMICOS"

i

Um cidadão da Grã-Bretanha foi preso por realizar comentários ofensivos sobre os refugiados sírios - a informação foi confirmada pela polícia britânica na terça-feira, e foi publicada no veículo de comunicação norte-americano Breitbart e no site inglês The Guardian. Conforme o Breitbart, o homem era residente da pequena ilha de Bute, na Escócia, que possuía uma população de 6.498 pessoas em 2011, e deverá receber cerca de 1.000 famílias de refugiados oriundos da Síria, em breve, através da política de imigração adotada pelas nações da Europa Ocidental.
Imagem: https://goo.gl/qER6Ds

De acordo com o site jornalístico, "a polícia britânica prometeu não tolerar qualquer forma de expressão que possa ofender pessoas nas redes sociais, especialmente quando o tema são os refugiados sírios. As declarações das forças de segurança do Reino Unido foram dadas após a prisão do escocês, que fez as críticas pouco após a divulgação da nova imigração para a pequena ilha escocesa de pessoas oriundas das áreas de conflito no Oriente Médio".

Apesar distância existente entre existentes entre as ilhas escocesas e os grandes centros urbanos europeus, ou ainda apesar das pequenas proporções desses territórios, o portal de notícias informa: "comentar na internet a respeito da repentina e gigantesca onda de refugiados já tornou-se algo bastante perigoso para os residentes locais". O site acrescenta: "a polícia confirmou que prendeu um homem de 41 anos sob a legislação conhecida como 'Communications Act', após receber denúncias de um comentário ofensivo realizado na rede social Facebook, sobre os refugiados".

O porta-voz local da polícia local "afirmou de forma inequívoca: qualquer crítica severa à entrada de imigrantes muçulmanos não será 'tolerada'. O inspetor Ewan Wilson, da polícia de Dunoon, informou ao jornal The Guardian: 'eu espero que a prisão desse indivíduo seja capaz de enviar uma mensagem bem clara à população: a polícia da escócia não vai tolerar qualquer forma de atividade que possa incitar ao ódio ou ainda provocar comentários ofensivos nas redes sociais'".

O homem preso por redigir os comentários no Facebook deverá ser julgado em Greenock, na Escócia. Conforme o portal Breitbart, a prisão do cidadão britânico e a intimidação draconiana realizada pela polícia escocesa podem ser entendidas como sinais das futuras políticas a serem adotadas pela União Europeia a respeito da expressão de críticas à política oficial sobre os refugiados. A Alemanha já aplicou multas a pessoas que expressaram descontentamento com as diretrizes do governo, e articula ações em parceria com a rede social Facebook. O veículo informa que coerção policial similar está sendo feita na Holanda e até mesmo na Dinamarca, onde um político local foi preso por criticar a aceitação da entrada em massa de refugiados e por fazer comentários sobre as posturas antissemitas de muitos dos sírios que vão à Europa.

Via: http://www.breitbart.com/london/2016/02/16/british-police-arrest-man-for-syrian-migrants-facebook-post-promise-zero-tolerance-on-offence-online/ e http://diariodainsurgencia.blogspot.com.br/

Nenhum comentário