Últimas

LOBOS: GOVERNO DILMA CHAMA LÍDERES “CRISTÃOS” PARA SEU “CONSELHÃO”

A maioria dos participantes fez campanha para o PT em 2014 ou é reconhecidamente um aliado.

Dilma chama líderes cristãos para seu “Conselhão”.

No início do primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003, foi criado o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social. Apelidado de “Conselhão”, ele andava em baixa e não se reunia desde junho de 2014.

Com a crise econômica e política assolando o país, a presidente Dilma Rousseff tenta aparecer na mídia com uma postura democrática e agora anuncia que reunirá novamente o grupo. São atualmente 90 conselheiros, incluindo representantes de empresários, de sindicatos, de movimentos sociais e da sociedade civil.

Houve uma reunião nesta quinta (28), onde Dilma pediu propostas para que o país retome o crescimento econômico de forma sustentável e sem inflação, informou em nota oficial a Casa Civil.

Alguns dos antigos membros do Conselho hoje não podem mais participar porque foram presos pela Polícia Federal na Operação Lava Jato por suspeita de envolvimento com o esquema de corrupção que atuou na Petrobras. Nominalmente, os empresários Marcelo Odebrecht e José Carlos Bumlai.

O jornal O Globo desta quarta (27) destacou que o Conselhão contará com líderes católicos e evangélicos. São eles o bispo-auxiliar de Belo Horizonte, Dom Joaquim Mol, ligado à chamada “ala progressista”, da Igreja, que tem envolvimento com o MST e outros movimentos similares.

Quem representará os evangélicos é o presidente do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), dom Flavio Borges, que é bispo anglicano. Embora os anglicanos sejam inexpressivos dentro do contexto religioso atual no país, o Conic é integrado pelas igrejas Católica Apostólica Romana, Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Episcopal Anglicana do Brasil e Metodista.

Não por acaso, no final do ano passado o CONIC fez campanha pelo afastamento de Eduardo Cunha (PMDB/RJ) da Câmara e ficou ao lado de Dilma contra o impeachment. Agora fica bastante claro qual o objetivo desse grupo que já foi chamado por Silas Malafaia de “evangélicos esquerdopatas”.

O líder do ministério Vitória em Cristo conhece do assunto, afinal foi membro da primeira versão do Conselhão.

A grande atração do novo Conselhão deve ser o ator Wagner Moura. Ele ficou famoso por interpretar nas telas o policial Capitão Nascimento nos filmes “Tropa de Elite”, onde criticava a corrupção e o “sistema”. Na vida real é conhecido defensor do PT e agora integra o mesmo sistema ao qual se opunha na ficção.

Como no momento ele está na Colômbia gravando a série “Narcos”, mandou avisar que só poderá participar do próximo encontro, que ocorrerá em maio.

Mesmo sem a publicação da lista no “Diário Oficial”, alguns conselheiros já foram confirmados pelo governo, segundo informou o portal G1. Curiosamente, a maioria deles fez campanha para Dilma em 2014 ou é reconhecidamente um aliado. Entre eles estão:

– Luiza Trajano, empresária; Magazine Luiza;
– Luis Carlos Trabuco, presidente do Bradesco;
– Roberto Setúbal, presidente do Itaú;
– Luiz Moan Junior, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea)
– Vagner Freitas, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT);
– Cezar Brito, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)
– Carina Vitral, presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE);

FONTE: GOSPEL PRIME

Nenhum comentário