Últimas

EUA E UE REVOGAM SANÇÕES APÓS IRÃ CUMPRIR ACORDO NUCLEAR

Chanceler do Irã, Javad Zarif, e a chefe de Política Externa da UE, Federica Mogherini, durante coletiva

Acordo libera US$ 100 bilhões para o Irã financiar grupos como o Hamas, e tantos outros...

O anúncio ocorreu horas depois de o Irã ter libertado quatro americanos, incluindo o repórter do "The Washington Post" Jason Rezaian, em troca de sete iranianos presos ou indiciados nos EUA.

O estudante americano Matthew Trevithick também foi solto, mas sem relação com o acordo, segundo os EUA.

"As sanções econômicas e financeiras multinacionais estão revogadas", anunciou a chefe de política externa da União Europeia, Federica Mogherini, durante entrevista em Viena com o chanceler iraniano, Mohammad Jawad Zarif.

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, que liderou as negociações nos últimos anos com Zarif, afirmou: "Hoje marca o momento em que o acordo nuclear passa de uma promessa ambiciosa para uma ação direta.

Com a revogação das sanções, o Irã voltará a ter acesso a US$ 100 bilhões de bens congelados. A medida também permitirá ao país se beneficiar de novas oportunidades comerciais, financeiras e no setor do petróleo.

Para o diretor-geral da AIEA, Yukiya Amano, a certificação dada pela agência a Teerã significa que "as relações entre o Irã e a AIEA entram em uma nova fase".

Sob o acordo de 14 de julho, o Irã concordou em desmantelar programas que poderiam ser usados para fabricar armas atômicas em troca do fim das sanções. O pacto coloca várias atividades da nação sob supervisão da AIEA por 15 anos, com a opção de que punições sejam reimpostas se o Irã descumprir os compromissos.

Via: Folha

Nenhum comentário