Últimas

VIDEOCLIPE DE MILEY CYRUS FAZ APOLOGIA EXPLÍCITA À PEDOFILIA


Apesar de Miley Cyrus já ser uma veterana em trazer lixo insalubre para as massas, "BB Talk" atinge um novo nível ao comemorar o abuso de crianças. Esse vídeo verdadeiramente encarna tudo o que está de errado com a indústria do entretenimento.

A história de Miley Cyrus é bastante triste e, infelizmente, ela continua ficando ainda mais triste. Recrutada pela Disney em uma idade muito jovem, ela rapidamente se tornou um outro caso de uma estrela infantil que se transformou em um menor "hipersexualizado". Para a sua carreira pós-Disney, uma novo persona foi criada: a selvagem, de cabelos curtos, altamente drogada e escrava da indústria que é 100% orientada para promover uma agenda feia da elite oculta (como documentado pelos artigos anteriores sobre ela). Como a figura cabeça do sistema Beta Kitten, Miley tem pouco ou nenhum controle sobre sua carreira e é constantemente colocada em situações degradantes e posta a agir de acordo com todas as perversões da elite oculta.

"BB Talk" é mais um ataque à decência humana básica visto que ele claramente celebra, normaliza e banaliza a sexualização das crianças. Todo o contexto dessa canção não é nada menos do que a fantasia de um abusador de crianças. Assistir ao vídeo é simplesmente revoltante (você realmente não precisa vê-lo) - especialmente quando se leva em conta o histórico de Miley na "indústria".

BB Talk

A premissa da canção é que Miley Cyrus não gosta de seu namorado (ou qualquer outro) conversando como um bebê com ela, porque ela acha isso irritante. Isso é uma queixa justa. No entanto, no vídeo, ela desempenha o papel de um bebê, o que dá a música uma nova dimensão assustadora. Estamos basicamente vendo um bebê dizendo a um homem:

Me f*da para você parar de falar como um bebê

O vídeo, em seguida, agride os espectadores com imagens que trazem uma sensação de mente violada e imunda.
Miley dentro de um berço, vestida de forma 
provocativa,  fazendo gestos provocativos.

A fralda e a chupeta combinadas com as pernas abertas: 
Associando a inocência dos bebês com a sexualidade.

Transformando uma mamadeira gigante em um objeto fálico. 

Cantando "F*da  me" ao fazer o gesto 
correspondente... enquanto usa uma roupa de bebê.

O bebê está fumando drogas - o tipo de coisa 
que um abusador de crianças iria pensar.

Transformando um bebê que engatinha em uma experiência perversa
 e estranha que "eles" aparentemente querem que a gente testemunhe.

Como você pode ver, esse vídeo me irrita porque não tem nenhuma qualidade e nem sequer tenta esconder as suas intenções por trás de uma premissa falsa. Trata-se de transformar a inocência das crianças em sexualidade. Sabendo que a pedofilia é galopante na indústria do entretenimento, e que artistas como Miley são abusadas rotineiramente, esse vídeo celebra (e aceita) o estado de espírito doentio da elite oculta. Miley Cyrus, uma figura cabeça da programação do Beta Kitten, é colocada para agir dessa forma grotesca. Através dela, as pessoas ruins na indústria estão nos dizendo: "Olhe o que nós gostamos de fazer e olhe para o que estamos fazendo com ela".

Fonte: VC e http://danizudo.blogspot.com.br/

Nenhum comentário