Últimas

RELATÓRIOS DO GOVERNO AMERICANO EVIDENCIAM AS POLÍTICAS PARA FUTURA PERSEGUIÇÃO DE GRUPOS DENOMINADOS DE “EXTREMA DIREITA”


Todos os fundamentalistas serão perseguidos, não importa a religião...

Se o fundamentalista é aquele que segue à risca seu "livro sagrado", os cristãos verdadeiros que seguem as Escrituras também serão perseguidos!

E isso será válido para o mundo inteiro! é só questão de tempo...

Agora você vê também, o porquê a mídia e as esquerdas tem espalhado a confusão, de que o falso deus muçulmano "Alá" é o "mesmo" Deus Criador dos cristãos... o que é uma grande mentira.
---

O Departamento de Segurança Interna (DHS) dos EUA publicou em 2009 um relatório intitulado “Extremismo de direita: Economia e Clima Político Atual Alimenta o Ressurgimento da Radicalização e do Recrutamento”. O relatório (vide primeira imagem) pode ser lido na íntegra através deste link: http://fas.org/irp/eprint/rightwing.pdf.

O relatório afirma que a crença na “profecia bíblica poderia motivar os indivíduos e grupos extremistas para estocarem alimentos, munições e armas”. Entre outras coisas, aqui estão alguns dos principais destaques do relatório com os quais o DHS estava extremamente preocupado:

– “Extremistas de direita”
– “Veteranos”
– Aqueles preocupados com a “imigração ilegal”
– Aqueles que “acreditam no direito de portar armas”
– “Medo de regimes comunistas e teorias de conspiração relacionadas”

Finalmente, em 2015, o FBI lançou seu mais recente Boletim de Inteligência advertindo que “Milícia de Extremistas Expandiram seu Alvo para Incluir os Muçulmanos”. O relatório (vide segunda imagem) pode ser lido aqui neste link: https://info.publicintelligence.net/FBI-MilitiaTargetingMus…

Aqui estão alguns destaques principais deste relatório de 2015:

“O FBI avalia que o interesse da milícia extremista no Islã como um alvo é um produto da ideologia que vê os muçulmanos coletivamente com desconfiança. Percepções importantes dentro da milícia extremista que contribuam para um viés anti-muçulmano incluem o seguinte: o Islã representa uma ameaça externa, equivalentes às que emanam de imigração ilegal ou o terrorismo internacional; o presidente dos Estados Unidos não só se solidariza com os extremistas islâmicos, mas dirige a política do Governo para alinhar com seus objetivos.”
—————————————————————————————————–
Depois as pessoas ainda se perguntam se os cristãos considerados “fundamentalistas” correm o risco de serem perseguidos num futuro próximo dentro dos EUA devido às suas crenças … o que estes relatório lhe parecem dizer???

Foto de Dionei Vieira.
Foto de Dionei Vieira.

Via: http://dcvcorp.com.br/

Nenhum comentário