Últimas

IMORALIDADE: USO DE BANHEIROS POR TRANSEXUAIS CONFORME A IDENTIDADE DE GÊNERO É REGULAMENTADO!

Ou seja, o cidadão é um maluco, depravado, e até estuprador, e para entrar no banheiro feminino, se fingirá de gay, de travesti, se vestindo de mulher, dizendo que está vestido conforme sua "identidade de gênero", não é?

Agora me digam uma coisa... já que os homens gays, trans, etc. (sim! são homens!) querem tanto usar o banheiro feminino, porque então as mulheres lésbicas não usam o banheiro masculino? Oras, elas não são as "machonas"?

Esse país é uma vergonha... é tanta imoralidade, safadeza, que eu estou torcendo mesmo para que Deus discipline esse país, derramando do Seu juízo! Vão sentir o sabor amargo da ira de Deus!
---

Em 90 dias, travestis e transexuais também poderão usar o nome social em todos os prédios

O MPT (Ministério Público do Trabalho) regulamentou o uso do nome social de travestis e transexuais em todas as unidades do órgão pelo País. O mesmo vale para o uso dos banheiros, que poderá ser usado conforme a identidade de gênero do servidor. A medida entrará em vigor em 90 dias.

De acordo com o texto, a utilização do nome social passa a ser reconhecida no cadastro de dados e informações, no ingresso e permanência nas unidades do MPT, em comunicações internas, e-mails institucionais, crachás, listas de ramais, nos nomes de usuário de sistemas de informática e na inscrição em eventos promovidos pela instituição. O artigo 4º garante ainda o acesso a banheiros e vestiários de acordo com o nome social e a identidade de gênero de cada pessoa.

A portaria 1.036/2015 foi publicada pelo procurador-geral do Trabalho, Ronaldo Fleury, com o intuito incluir essas pessoas na administração pública. De acordo com nota enviada à imprensa, o procurador afirmou que ainda há muitas barreiras para enfrentar, mas a primeira delas é o preconceito. "Nós precisamos enfrentar essas questões da mesma forma que enfrentamos, nos anos 1990, quando começamos a fazer todo o projeto de inserção das pessoas com deficiência", disse na nota.

Via: R7

Nenhum comentário