Últimas

CONSELHO DE IGREJAS CRISTÃS (CONIC) DEFENDE DILMA E DIZ QUE QUEDA DELA LEVARIA O PAÍS AO CAOS


Que vergonha! Por isso o segmento evangélico está putrefato deste jeito...
Vão ter que prestar contas disso diante de Deus!
---

Depois dos bispos católicos da CNBB darem seus tiros nos pés, agora é a vez de várias igrejas evangélicas...

Como se o país já não estivesse num caos econômico e numa tremenda vergonheira política em face dos mil e um demônios da corrupção, incluindo que esse pessoal ai defende na nota malemolente.

O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic), composto pelas igrejas Evangélica de Confissão Luterana, Episcopal Anglicana do Brasil, Metodista e Católica, divulgou nota em que afirma que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), se baseou em "argumentos frágeis" ao abrir o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

LEIA O DOCUMENTO NA ÍNTEGRA AQUI

A posição da entidade não é acompanhada por lideranças evangélicas ouvidas pela reportagem, favoráveis a Cunha, que é membro da Assembleia de Deus de Madureira. No documento, o Conic sustenta que o processo de impeachment não tem legitimidade e que o afastamento de Dilma "nos conduziria para situações caóticas".

"Vemos com muita preocupação que o presidente da Câmara tenha acolhido um pedido de impeachment com argumentos frágeis, ambíguos e sem a devida sustentação fática para acusação de crime de responsabilidade contra a presidente da República", diz o pronunciamento. "Perguntamos quais seriam as consequências para a democracia brasileira diante de um processo de deposição de um governo eleito democraticamente em um processo sem a devida fundamentação."

Já o pastor Omar Silva da Costa, presidente do Conselho Nacional de Pastores e da Convenção Geral das Igrejas Assembleias de Deus no Brasil, disse que as duas instituições defendem a abertura do processo. "Se Dilma for condenada, deve não só perder o mandado, como também ir para atrás das grades, onde já está José Dirceu (ex-ministro da Casa Civil). Mandamos e-mails para os pastores pedindo para orar pelas autoridades. Mas a autoridade que está fazendo um governo injusto, vivendo de corrupção, como foi provado pela Operação Lava Jato, deve ser condenada", disse.

Na sua página na rede social Twitter, o pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, comemorou a abertura do processo de impeachment e criticou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por defender sua sucessora e correligionária. "Lula reclamando do encaminhamento do impeachment de Dilma, dizendo que é insanidade, é um brincalhão, farsante, o PT fez isso com outros governos", escreveu.

O presidente do Conselho Político da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, pastor Lelis Washington, não só apoiou a atitude de Cunha, como afirmou que ele demorou muito tempo para tomá-la. (Com informações de Diário do Poder).

Via: http://folhacentrosul.com.br/

Nenhum comentário