Últimas

ALEMANHA ROMPE COM OS EUA SOBRE A GUERRA SÍRIA E ADVERTE QUE OBAMA “PODE ESTAR LOUCO”


Uma reunião de altos oficiais militares da Federação e Bundeswehr (das Forças Unificadas Armadas da Alemanha) hoje em Damasco, na Síria, um dos altos funcionários de inteligência da Alemanha declarou que esta nação europeia já rompeu com americanos em "Políticas, objetivos e metas" no que diz respeito à zona de guerra do Levante ainda alertou que o presidente Barack Obama "pode estar louco".

De acordo com este relatório, o Serviço Federal de Inteligência (BND) oficial alemão fez esta declaração sobre o presidente Obama quando estava em Damasco na criação de novo escritório de cooperação da Alemanha com aDireção de Inteligência Militar Síria (DIM), um movimento ordenado pela chanceler Angela Merkel sobre as objeções do Obama sobre suas nações que lutam contra Estado Islâmico (ISIL / ISIS) Daesh terroristas.

Ao romper com os EUA sobre esta guerra também, este relatório continua, Alemanha retirou esta semana dois complexos de defesa aérea de mísseis Patriot e 250 de seus militares do território turco após novos relatos surgiram ao provar que a Turquia está a vender ilegalmente petróleo ao Estado Islâmico, está permitindo o Estado Islâmico para vender escravos no seu país, deu início a uma guerra civil contra a sua própria população curda, e, mais perigosamente, juntou-se com a Arábia Saudita, no início de um plano elaborado pelo governo desse Obama para desencadear uma guerra massiva por petróleo do Oriente Médio.

Quanto ao questionamento da sanidade do presidente Obama do BND, este relatório diz, era um tema criado nesta reunião em Damasco, onde esses oficiais da Alemanha confirmou com os seus homólogos da Federação que o relatório bombástico emitido pelo Americano repórter militar e de inteligência Seymour Hersh, ontem, foi correta em afirmar que o Pentágono secretamente tinha estado canalizar inteligência para o governo sírio por trás do presidente Obama e das Agências Central de Inteligência (CIA) para trás como o líder americano se recusou a reconhecer a realidade deste conflito, e seu vasto potencial para iniciar a III Guerra Mundial.

Com o Pentágono deliberadamente enganando o presidente Obama e a CIA, dando sua inteligência para a Alemanha para passar secretamente para a Síria, este relatório continua, este oficial da BND afirmou que o líder americano "pode ​​estar louco" devido nem mesmo saber o que seu próprio governo / serviços militares / de inteligência estão fazendo em uma guerra que tem grave e implicações históricas para o mundo inteiro.

E quanto a quão grave essa guerra torna-se, este relatório nota, são novos relatórios afirmando que o regime saudita, apoiado pelo presidente Obama, pode, de fato, estar "caindo aos pedaços" -e que novos relatórios têm vindo hoje, também, à tona mostrando que o governo do Reino Unido está furiosamente tentando manter escondido de seu povo um pacto secreto feito com a Arábia Saudita para proteger este regime mal ao custo do que poderia muito bem ser milhares de vidas britânicas.


Nos Estados Unidos, por sua vez, este relatório conclui, Obama e propagandistas de seu regime tradicionais continuam a manter escondido do povo americano os fatos verdadeiros desta guerra, mesmo indo na medida em que na semana passada, da MSNBC a Mika Brzezinski incrivelmente afirmava que terroristas do Estado Islâmico não estão para ser temidos, mas que, em vez disso, sua nação deve temer "homens brancos com armas", que ela alegou estavam "à solta", apesar de fatos verdadeiros pelo Instituto Brookings altamente respeitado que mostra que 77% das mortes por arma de fogo na América atribuído para os homens brancos eram suicídio, em oposição a 83% das mortes por arma atribuíveis aos homens negros que são assassinatos de homicídio.

Nenhum comentário