Últimas

O PRÓXIMO? ESTADO ISLÂMICO PUBLICA VÍDEO AMEAÇANDO A RÚSSIA: "O KREMLIN SERÁ NOSSO"


E no final, nem os esquerdistas, comunistas, marxistas, serão páreo para a grande besta islâmica que se levanta, se colocando como fosse Deus...
---

O Estado Islâmico (ISIS) lançou uma advertência em vídeo de ataques na Rússia 'muito em breve', e ameaçando "fazer de suas esposas concubinas e de seus filhos escravos."

Um novo vídeo divulgado pelo Estado islâmico é uma horripilante montagem em "vídeos musicais" com um aviso para os russos de que um ataque terá lugar lá em breve. Acredita-se ser dirigido para os russos porque a propaganda do ISIS
para o vídeo é na maior parte na Rússia, no entanto, o vídeo real contém legendas em inglês.

O vídeo foi lançado em 12 de novembro de 2015 e é intitulado "Em breve, muito breve, o sangue será derramado como um oceano." Ele inclui clipes de vários vídeos violentos do ISIS, incluindo decapitações e execuções, lançadas anteriormente cobertos com uma canção evocando o jihadismo.

http://shoebat.com/…/isis-decapitation-eight-syria-soldier-…

A canção inclui:

"Vamos trazer de volta [no Cáucaso]
E não vamos permitir esse Governo
Das forças das trevas outra vez.
O Kremlin será nosso.
O Ural vai voltar.
O Kafir vai tremer.
Queremos a sharia no [Tartaristão] "

As filmagens, publicadas pelas asas da propaganda notória do grupo, também incluem cânticos de, "o sangue será derramado como um oceano", enquanto mostrando imagens horríveis de decapitações e cenas de tropas russas. O ISIS já havia chamado para ataques contra a Rússia e os Estados Unidos para vingar ataques aéreos sobre seus combatentes na Síria.

Chechenos muçulmanos da Rússia desempenham um papel importante no ISIS, Jabhat Al-Nusra, bem como outros grupos militantes que lutam contra a Rússia na região do Cáucaso, de acordo com um relatório do Grupo de Soufan, uma empresa de segurança internacional que tem combatentes estrangeiros por anos rastreados no Oriente Médio.

Entre as dezenas de milhares de combatentes estrangeiros nas fileiras do ISIS estão cerca de 4.000 a 7.000 pessoas de ex-países soviéticos, falou o presidente russo. Russos em particular contam com o segundo maior grupo de combatentes estrangeiros nas fileiras do ISIS ', atrás dos tunisianos, disse o Grupo Soufan.

ISIS anteriormente pediu ataques contra a Rússia, em resposta a ataques aéreos do país na Síria, com um combatente advertindo o Kremlin de que ele "vai sofrer uma derrota brutal e humilhante."

"Seus filhos vão voltar mortos", Abu Ubaid al-Madani, um membro da Jabhat Al-Nusra, filial da al-Qaeda na Síria, se ouve dizendo em um vídeo publicado no YouTube no mês passado. "Estariam aqueles soldados russos dispostos a morrer pelos caprichos e egoísmo do Putin?"

O vídeo vem quase duas semanas após o ISIS divulgar uma mensagem para a Rússia reivindicando a responsabilidade por derrubar o vôo russo Metrojet 9268, que caiu um pouco mais de 20 minutos depois de decolar da Península do Sinai, no Egito, e ameaçando mais ataques.

Vídeo:


Por Alfa Bravo Hidequel e http://shoebat.com/

Nenhum comentário