Últimas

“IGREJA” NOS EUA REALIZA FESTIVAL DE “MÚSICA GOSPEL TRANS”

O liberalismo que grassa nas igrejas norte-americanas cada vez mais surpreende pela ousadia. Depois de defender o casamento homossexual, a denominação Igreja Unida de Cristo decidiu dar “um passo além”.

Afiliada a essa denominação, a Primeira Igreja Unida de Cristo em Somerville, Massachusetts, está anunciando um festival de “Música Gospel Trans”.

Realizado neste final de semana, o evento é ideia do pastor James Adams, que também atende pelo nome artístico de Serenity Jones. Sim, ele é uma drag queen!

O festival anuncia que Deus pode ser chamado de “diva” ou uma “menina”, e pede que os participantes usem sua criatividade, talento artístico e musical, e a moda para louvar a Deus.

“O que drag queens têm a ver com Jesus ou o evangelho? Nesta igreja acreditamos que Deus não criou nada ruim”, escreve Adams. “Então, se você é hetero, gay, lésbica, bissexual, transgêneros, saiba que Jesus te ama e nós também! Amém, baby! Então venha e participe desta igreja! ”

Adams relata que a ideia do evento “gospel trans” e seu desejo é mostrar que a Igreja mostra o “amor radical de Jesus”, aberta para receber todo tipo de gente. Ele, que é transformista, fez uma apresentação este ano.

Ele conta que o primeiro evento do tipo ocorreu em 2011 e vem crescendo a cada ano. Porém, o diferencial é que em 2015 ele ocorreu tanto em um clube LGBT da cidade (no sábado) quanto no templo da igreja (domingo). O dinheiro dos ingressos do sábado e da coleta especial do domingo será doada para o grupo LGBT da igreja que faz “trabalhos sociais”.

A revista Charisma fez um alerta. A articulista Jennifer LeClaire adverte os cristãos para que rejeitem este tipo de perversão. Ela faz um apelo a todos os evangélicos, pois reconhece que esse tipo de maculação dos templos pode se tornar cada vez mais comum, enquanto as igrejas procuram se adequar ao discurso do que é “politicamente correto”.

“Cabe a nós ficar na brecha. Cabe a nós chorar entre o alpendre e o altar. Cabe a nós orar sem cessar. Cabe a nós decretar e declarar a vontade de Deus sobre a terra. Cabe a nós falar a verdade em amor. Cabe a nós levar o evangelho a nossa cidade. Sim, eu acredito que as trevas e a perversão estão aumentando, mas sei que a glória do Senhor irá se erguer e brilhar sobre nós novamente”, escreveu.

Via: https://noticias.gospelprime.com.br/igreja-festival-musica-gospel-trans/ - Jarbas Aragão

Nenhum comentário