Últimas

EM RESPOSTA, FRANÇA BOMBARDEIA ESTADO ISLÂMICO NA SÍRIA


Segundo o comunicado do ministério, um centro de comando e um campo de treinamento foram destruídos no ataque à região de Raqqa.

“ Os primeiros alvos destruídos foram um centro de comando, um centro de preparação de jihadistas e um depósito de munição. Depois, atingimos um campo de treinamento para terroristas”, diz o comunicado.

Segundo o ministério, dez caças foram utilizados na operação. A França faz parte de uma coalizão internacional liderada pelos EUA que luta contra o Estado Islâmico no Iraque e na Síria.

Os ataques acontecem dois dias depois da maior série de atentados terroristas em solo francês. Na noite de sexta-feira, integrantes do Estado Islâmico abriram fogo em um restaurante; detonaram três bombas perto do Stade de France, onde França e Alemanha disputavam uma partida amistosa de futebol; e tomaram reféns na casa de shows Bataclan. Mais de 120 pessoas morreram.

Na terça-feira anterior (dia 10 de novembro), a Força Aérea da França realizou um ataque contra instalações petrolíferas do grupo terrorista Estado Islâmico na Síria.

Em setembro, a França já havia realizado ataques aéreos contra o grupo terrorista, também na Síria. O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, comentou na ocasião que os ataques foram realizados "com fins de autodefesa". Neste sábado, após os atentados em Paris, o mesmo Valls afirmou que o país está em guerra contra os terroristas.

Desde março de 2011,a Síria está envolvida em uma guerra civil, com as forças do governando combatendo vários grupos de oposição — inclusive terroristas como o Estado Islâmico e a Frente Nusra. O conflito já causou mais de 250 mil mortes, segundo estimativas da ONU.

Via: http://br.sputniknews.com

Nenhum comentário