Últimas

BREVE OPINIÃO: "MEUS CORPO, MINHAS REGRAS"?



Meu corpo, minhas regras? NÃO!

Essa é a frase repetida inúmeras vezes em protestos feministas em prol do aborto...

Oras... se isso fosse verdade, o aborto seria uma mutilação do seu próprio corpo...

Mas não... o bebê NÃO faz parte do corpo destas mulheres, ou seja, ele não é um simples órgão do corpo... ele é um outro ser, dentro da mulher... por isso, ela não tem direito de abortar um outro indivíduo, pois ele é um corpo distinto do corpo da mulher...

Sendo assim, ABORTO É CRIME, é assassinato! e deve ser proibido.

Mas como explicar isso para um público mentalmente doente, como o feminista-esquerdista?

Que o juízo de Deus se estabeleça nesta nação!

Marcos Paulo Goes

Nenhum comentário