UNESCO-ONU DETERMINA ENTREGAR LOCAIS HISTÓRICOS JUDAICOS À MUÇULMANOS - Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar

Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar

Últimas

UNESCO-ONU DETERMINA ENTREGAR LOCAIS HISTÓRICOS JUDAICOS À MUÇULMANOS

The Al-Asqa mosque.

A votação realizada hoje teve de resultado 26 votos a favor contra 6 em oposição (e 25 abstenções).

Quando digo que os cristãos estão subestimando o mundo muçulmano, estou falando MUITO SÉRIO, aqui mais uma prova do que vem se desenhando ao longe, mas muitos ainda DORMEM …

Segue trecho do artigo traduzido:
—————————————————————————————————–
A UNESCO aprovou uma resolução declarando nesta quarta-feira que dois locais bíblicos judaicos, o Túmulo de Raquel, perto de Belém e a Caverna dos Patriarcas em Hebrom, são locais sagrados ISLÂMICOS.

Um esboço anterior da resolução, patrocinada por seis nações membros do executivo da UNESCO, Argélia, Egipto, Kuwait, Marrocos, Tunísia e os Emirados Árabes Unidos – incluído o Muro Ocidental, conhecido em hebraico como o Kotel, chamando-o de uma extensão da al-Aksa e, portanto, um local sagrado para os muçulmanos também. Na versão revista caiu essa reivindicação.

A resolução também acusou Israel de “agressão e medidas ilegais” no Monte do Templo que afetam a liberdade de culto e de acesso à Mesquita al-Aksa aos muçulmanos. Ele ainda acusou Israel de tentar mudar o status quo desde 1967, literalmente, o oposto do que Israel está tentando fazer.

A maioria dos 58 países-membro da UNESCO já apoiaram historicamente resoluções palestinas e na votação de quarta-feira isso não foi totalmente inesperado.

Para quem crê na Bíblia, cristãos e judeus, a idéia de que esses locais bíblicos de alguma forma se transformaram em locais islâmicos é ridícula.

A Bíblia registra que Abraão comprou a caverna e o campo próximo a ele cerca de 3.700 anos atrás, como um local de enterro da família (ver Gênesis 23-25), com exceção da segunda esposa de Jacó, Raquel, a mãe de José e Benjamin, que foi enterrada perto de Belém (ver Gênesis 35:16-20).

Enquanto isso, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon chegou a Israel nesta terça-feira para se reunir com o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu e o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas.

“Eu acho que é hora de dizer a verdade sobre o terrorismo palestino”, disse Netanyahu em suas observações iniciais para o chefe da ONU. “Não é sobre os assentamentos, não é sobre o processo de paz, mas trata-se do desejo de destruir o Estado de Israel, pura e simples”.

Mais dados no artigo compartilhado …


UNESCO acaba de decidir que a tumba de Raquel e a Caverna dos Patriarcas são locais MUÇULMANOS!!
“We need to keep the situation from escalating into a religious conflict with potential regional applications.”

CHARISMANEWS.COM|POR TZIPPE BARROW/CBN

Via: http://dcvcorp.com.br/?p=2105

Nenhum comentário