Últimas

PAI DE VÍTIMA DO OREGON: “COMO ELE TEVE TANTO TEMPO PARA MATAR TANTAS PESSOAS?”

null

Parentes ficaram perplexos em relação a falha de segurança

O pai de uma das vítimas do tiroteio em Oregon fez um relato acalorado sobre o que aconteceu dentro da sala de aula em Umpqua Community College ontem, com base em sua filha, expressando descrença de como o atirador teve tanto tempo para executar os alunos.

O pai e o irmão de Anastasia Boylan, que ficou gravemente ferida no tiroteio em massa, relataram o que Anastasia contou a eles exatamente quando ela estava indo para a cirurgia da coluna vertebral de emergência.

Sr. Boylan observou que sua filha verificou outros relatos de que o atirador mirava especificamente os cristãos.

"'Você é cristão?' ele teria perguntado a eles. E 'se você é um cristão, levante-se.' E eles se levantaram. E ele disse: 'bom, porque você é um cristão, você vai ver Deus em um segundo.' E, em seguida, atirou e matou-os." Boylan observou, acrescentando que o professor da turma foi a primeira pessoa morta imediatamente quando o atirador entrou.

O Sr. Boylan questionou como o atirador teve tanto tempo antes de ser interrompido.

Boylan estava claramente perturbado e totalmente confuso a respeito de como o atirador foi capaz de fazer uma fila de pessoas, fazendo perguntas sobre sua religião e recarregar a arma depois de matar as pessoas.

A resposta, claro, é porque a faculdade é uma zona livre de armas. Havia uma regra no local proibindo armas no campus, apesar da lei estadual que permite porte ilegal. O atirador, sem dúvida, sabia disso e a direcionou especificamente por este motivo.

Um ex-guarda de segurança que trabalhou na faculdade revelou exclusivamente ao Infowars que a universidade votou contra a contratação de seguranças armados no ano passado e que os procedimentos de bloqueio inadequados asseguraram que o campus fosse uma "armadilha" para as potenciais vítimas em uma situação ativa de um atirador.

Como o Infowars também noticiou anteriormente, um veterano da força aérea com um porte ilegal estava preparado para violar a regra de "zona livre de armas" e tentou prender o atirador, mas ele foi impedido de fazê-lo pela equipe da faculdade.

Nenhum comentário