Últimas

O UNIVERSITÁRIO NASCE BOM, O ENEM É QUE O CORROMPE...


Há algo de errado com um país em que a principal porta de entrada para o conhecimento é a negação do próprio conhecimento em nome de uma ideologia.

Logo na primeira questão, a ideologia feminista radical já chega com dois pés nos peitos da realidade: "Ninguém nasce mulher: torna-se mulher" - citação famosa de uma das "intelectuais" do movimento feminista que Charles Darwin, "pai" da teoria evolucionista certamente aplaudiria. Temos repetido que atualmente, no Brasil, nunca se praticou tantos equívocos em tão pouco tempo. Séculos de estudos biológicos foram atirados à lata do lixo da história com apenas uma frase. Uma frase que, para muitos, iniciará os estudos em física, química e biologia.

O objetivo do conhecimento dentro do contexto da comunidade humana, e a finalidade das universidades não são outros senão possibilitarem o avanço da própria espécie. A ciência só surgiu porque havia homens e mulheres tentando entender a realidade, e não manipulando-a para servir de base a esquemas políticos. O buscador da verdade, o cientista, está pouco se lixando para dogmas religiosos e políticos.

Assim como o PT, que após ter sido eleito em um processo democrático, hoje trabalha contra a própria democracia, nosso Ministério da Educação abre mão do conhecimento e da educação em prol da construção de uma sociedade sob bases totalmente abstratas. Do que tenho observado, o estudante brasileiro tem boas intenções, a Universidade que o corrompe.

Via: http://blogreaca.blogspot.com.br/

Nenhum comentário