Últimas

SATÂNICO: BOATE VAI ESPIRRAR SANGUE DE VERDADE NAS PESSOAS PARA COMEMORAR O DIA DAS BRUXAS


Uma boate em Amsterdã, na Holanda, está se preparando para sediar a primeira 'rave de sangue' do mundo, no próximo Dia das Bruxas (31 de outubro), com sangue verdadeiro.

De acordo com a imprensa local, os holandeses que frequentarem a balada serão pulverizados com litros de sangue por um sistema de aspersão, com base no cenário do filme do vampiro ‘Blade’, de 1998.

Na página oficial do evento, no Facebook, é possível ler a descrição, que diz: "A Blood Rave (rave de sangue) é uma comunidade de vida noturna para os indivíduos de pensamentos similares, em um local discreto, em Amsterdã". A página também postou um link do vídeo de introdução (a cena de Blade), e um outro link para divulgar a compra dos ingressos.

O portal de notícias holandês NL Times afirma ter falado com um organizador, que optou permanecer anônimo. "Depois de uma longa busca, temos desenvolvido um sistema de aspersão especial com tubulações que atravessam o teto, tornando-nos capazes de pulverizar sangue sobre a multidão. Nós já testamos várias vezes com uma substância parecida com sangue. Estamos atravessando as fronteiras, mas queremos ver o quão longe podemos ir", disse ele.

Mais de 4 mil pessoas estão confirmadas na festa, de acordo com a página do evento nas redes sociais. O NL Times acrescenta que os organizadores pretendem que apenas pessoas "esquisitas" apareçam. Eles não disseram nada sobre que tipo de sangue será usado, mas a página está repleta de especulações.

Um usuário do Facebook escreveu na página do evento: “Que tipo de sangue vocês vão usar?”. Os organizadores não responderam, mas alguns outros disseram que queriam sangue real ou não iriam participar. "Eles devem usar sangue humano para que nenhum animal tenha que morrer apenas por diversão da festa", escreveu um internauta.



O evento causou polêmica ao redor do mundo, e muitos ativistas de animais pretendem investigar o que os organizadores querem fazer com o sangue ‘prometido’. Muitas pessoas estão recriminando a ideia da utilização de sangue real, não apenas por limites éticos, como também por apresentar riscos de saúde aos que entrarem em contato com sangue desconhecido.

Via: http://www.jornalciencia.com/sociedade/comportamento/

Nenhum comentário