Últimas

SINAIS PROFÉTICOS? TERREMOTO E ONDA DE CALOR RECORDE ATINGEM ISRAEL


Uma grave onda de calor atinge parte do Oriente Médio, com temperaturas de 53°C – e sensação térmica recorde de 72,7°C – atingiu na última semana Arábia Saudita, Bahrein, Catar, Emirados Árabes Unidos, Irã, Iraque, Israel e Kuwait.

A noite da última segunda (3), foi a mais quente já registrada na história de Israel. Por causa disso, a Companhia Elétrica de Israel não descarta a possibilidade de racionamento, com um rodízio de cortes de uma hora por região. O governo pediu aos israelenses que tentem poupar energia, evitando que seus aparelhos de refrigeração trabalhem no nível máximo.

Até o momento, foi registrada a morte de uma pessoa e pelo menos oito foram hospitalizadas em consequência do calor extremo. A meteorologia prevê que ela deve durar pelo menos até o final desta semana.

O site Shoebat, que analisa sinais proféticos, publicou uma extensa análise sobre como as ondas de calor extremo alteram as condições de vida. Elas podem ter como consequência uma grande seca e também acabam com as plantações, gerando perda das colheitas e, consequentemente, fome. Além disso, um calor extremo é mencionado como sinal de juízo divino em Apocalipse 16:8,9.
Terremoto no Mar Morto

No mesmo período, um terremoto de magnitude 4,4 ocorreu na região do Mar Morto. Embora não tenham causado mortes ou grandes danos em Israel, o evento vem sido analisado por estudiosos das profecias como um “aviso”.

Os estudiosos da Bíblia explicam que no judaísmo, o nome de Deus “Elohim”, refere-se ao aspecto revelado através da natureza e está ligado a julgamento. Para os personagens bíblicos, todo fenômeno natural era um lembrete ocasionalmente temível de nossa mortalidade.

O Mar Morto fica dentro de uma falha sísmica que se estende da Síria até a África Oriental. A localização deste terremoto mais recente é justamente a área onde acredita-se que ficavam as cidades de Sodoma e Gomorra.

Especialistas dizem que um grande terremoto acontece a cada 80-90 anos em Israel. O último grande tremor aconteceu em 11 de julho de 1927 (6,3 na escala Richter), com epicentro na mesma região de agora. Ao todo, 500 pessoas morreram. Na ocasião, a Mesquita de Al-Aqsa, que fica no Monte do Templo, ficou danificada. O abalo de grandes proporções anterior aconteceu em 1º de janeiro de 1837 (6,8 na escala Richter). Foi muito mais devastador, matando 5 mil pessoas.

O Dr. Shmuel Marco, que estuda há muitos anos o cronograma de terremotos no país, disse ao jornal The Jerusalem Post que o próximo “grande” sismo está prestes a ocorrer.

Avi Shapiro, diretor do comitê interministerial israelense para prevenção contra terremotos, afirma que “O próximo grande terremoto é só uma questão de tempo”.

Existem várias profecias ligadas a terremotos, especialmente no que diz respeito ao Fim dos Dias. Conforme Ezequiel 38:18-20, a batalha de Gogue e Magogue, que será travada no vale do Armagedom (Ap 16:16), é prenunciada por um “grande tremor sobre a terra de Israel”.

Nos últimos meses, uma série de estudiosos vem apontando para a convergência de sinais “no céu e na terra”, como um alerta divino sobre a proximidade do fim. De maneira especial por que eles vêm ocorrendo dentro de um período específico dentro do calendário bíblico, coincidindo com as datas precisas das festas judaicas. Com informações de Breaking Israel News

Via: http://noticias.gospelprime.com.br/obama-bombas-israel-acordo-nuclear/
Por Jarbas Aragão

Nenhum comentário