Últimas

MAIS IMUNDÍCIA! ÁUDIO MOSTRA: PT PROVOCOU CRISE PARA BANCOS LUCRAREM COM O POVO ENDIVIDADO. POR TRÁS DA MÁSCARA COMUNISTA, O INTERESSE É DINHEIRO!


Quanto mais se cava o poço, mais imundícia se encontra.

Sabemos que essa crise financeira que o Brasil vive, foi provocada pelo PT para que seja instituído seu projeto comunista de poder, que é aparelhado com a agenda globalista, que visa unir politicamente (não importa a ideologia), o continente sul-americano em um único bloco. Isso através da tática da "ordem pelo caos".

Mas agora, além disso, foi descoberto que toda esta trama diabólica está aliada com banqueiros, para que eles lucrem com o desespero do povo endividado! Isso é ridículo! É o cúmulo do banditismo! Esse PT, PSDB, PMDB e demais esquerdistas, com seus representantes devem ser exterminados do cenário político! São uma quadrilha de bandidos! Os banqueiros envolvidos neste esquema corrupto devem ser incriminados, e os bancos punidos e esquecidos pela população.

E depois quando eu falo que Deus está julgando esta nação por causa de sua corrupção, mentira, imoralidade, assim como relata várias narrativas bíblicas, muitos que se declaram cristãos ficam bravos, me xingam... fazem isso porque são coniventes com a iniquidade do Brasil, fracos na fé, sem conhecimento das escrituras! Se não houver arrependimento, conversão genuína, transformação, essa nação vai arder, e ficará ainda mais insuportável, culminando em um conflito sangrento sem precedentes!

Vejam bem! Isso é um aviso!


----

Um áudio vazado de um dos fundadores do movimento Vem Pra Rua é suficiente para nos deixar de cabelo em pé. Clique neste link para ouvi-lo. Caso já tenha feito, sigamos: as palavras que você ouviu são de Colin Butterfield, apontado como um dos fundadores do movimento.

Colin declara ali ser contra as críticas feitas por outros movimentos ao presidente do Itaú, Roberto Setúbal. Lembremos que Setúbal usou os recursos mais sujos do mundo para dizer que “a culpa é da crise política”, ou seja, um frame desonestíssimo de ataque aos movimentos contra Dilma. Que Setúbal tenha se rebaixado a este ponto é algo digno de investigação. Mas o surpreendente é ver como Colin o apoia.

A argumentação de Colin é furada em vários pontos. Ele afirma que criticar Setúbal afastaria os empresários dos movimentos. Mas isso é refutado pelos fatos, já que os petistas compararam Setúbal ao demônio (para atacar a candidata Marina Silva) durante a campanha de 2014, e nem por isso o presidente do Itaú deixou de propagar os frames criados pelo PT. Ele também afirma que criticar a mídia os fará ficar contra os movimentos, mas esta dinâmica é mais falsa que propaganda de pasta de dente: na realidade, a mídia funciona a nosso favor quanto mais pressionada por nós. Em suma, a mídia gosta de apanhar, e isto está provado no recente surto de babaovismo e chupaculhonismo dos meios de comunicação em favor do PT (que se vale de verbas estatais de anúncios para este intento). Não existe nada de “mídia que ficou brava com críticas”. Acreditar nisso é infantilidade. Ou simulação de infantilidade.

O fato é que o PT é aliado de banqueiros, que lucram com a crise econômica. Uma vez que o Banco Itaú bateu recordes de lucratividade, principalmente pelos juros altos e por gente desempregada correndo atrás de empréstimos para sobreviver, é natural que assim fosse. Uma pessoa como Setúbal sabe que apoiar o PT vai lhe gerar muitos lucros. As tais críticas do PT aos “banqueiros” sempre foram um recurso de marketing. Tudo jogo combinado. Se um dia o Brasil virar uma ditadura (com seu apoio), Setúbal terá condições financeiras de investir em outro país, a partir do momento em que o nosso se tornar uma terra devastada. Assim, contar com o apoio do presidente do Itaú aos “movimentos” (desde que não peçam impeachment de Dilma) é tão ilusório quanto insano.

Vamos aos fatos desnudados neste áudio: é claro que tem tucano doido para que Dilma consiga se manter no poder , muito provavelmente com esperanças de que Alckmin tente se eleger em 2018. Isto é, a mesma esperança patética nutrida por tucanos em 2005, para proteger Lula à época do Mensalão. É claro que em uma disputa com Alckmin em 2018, Lula começaria a campanha com 25% de preferência, mas aumentaria a rejeição de Alckmin na medida de 3% a 4% por semana, e, lá no final, estaria na frente. Por que isso aconteceria? Por que muitos tucanos não tem agilidade mental para rebater ataques. Logo, a esperança de Alckmin chegar ao poder em 2018 permanece apenas no campo da vã esperança.

Para vencer Lula em 2018, seria preciso de um tucano dissidente, ou alguém do PMDB. E, em ambos os casos, apenas se esta pessoa estiver disposto a jogar a guerra política. Disposição que a tropa de Alckmin jamais terá. O fato é que quem quer manter Dilma no poder, o faz em troca de um fio de esperança em vitória de Alckmin. Isto é tão irresponsável quanto imoral.

O que devemos exigir de Colin é que ele defenda sua argumentação, extremamente falaciosa, frágil e inconsistente, que parece mais um recuo em nome de políticos que não estão dando a mínima para o sofrimento do povo do que a luta por nossa liberdade contra um governo corrupto, desonesto, cínico e tirânico.

Via: http://lucianoayan.com/2015/08/29/audio-vazado-do-vem-pra-rua-coloca-suspeitas-sobre-os-apoios-de-empresarios-a-dilma/

Nenhum comentário